Jogadores da seleção da Inglaterra comemoram gol em jogo das quartas de final contra a Suécia.

Croácia e Inglaterra quebram jejum de décadas na Copa do Mundo

© Sputnik / Виталий Тимкив
Copa do Mundo 2018
URL curta
321

Em um dia de quebra de tabus e de tensão na despedida dos donos da casa, a Copa do Mundo mostrou novamente sua capacidade de gerar emoção.

Neste sábado (7), Inglaterra e Croácia venceram seus adversários e carimbaram o passaporte para as seminifinais.

Torcedor russo sofre com a tensão da partida entre Rússia e Croácia pelas quartas de final da Copa do Mundo de 2018.
© Sputnik / Рамиль Ситдиков
Os ingleses não chegavam a uma semifinal há 28 anos, enquanto os croatas não o faziam há 20 anos.

Essa será a terceira vez que o time do Reino Unido chega a uma semifinal, sendo que em uma das vezes foi campeão, em 1966. A última vez foi em 1990, quando ficou com o 4º lugar no torneio.

Já os croatas, que nunca foram campeões, chegam pela segunda vez a uma fase de semifinal. A primeira vez foi em 1998, ano em que conquistaram a 3ª colocação do campeonato.

Emoção é o nome do jogo

A Inglaterra  conquistou sua vaga vencendo a Suécia por 2x0 em Samara, em um jogo de destaque do goleiro inglês Pickford. O inglês conseguiu fazer belas defesas e parou as chances do time sueco. Essa foi a primeira partida do time inglês sem gols do artilheiro da Copa, o atacante Harry Kane.

O jogo foi ligeiramente equilibrado em chances de gol e posse bola, mas a superioridade inglesa se traduziu no placar.

A Inglaterra não vence uma Copa do mundo há 52 anos e está cheia de esperança para encerrar o jejum. 

A torcida tem cantado nas arquibancadas que o "futebol está voltando para casa de novo". É esperar e ver.

Torcedores ingleses comemoram vitória sobre a Suécia nas quartas de final da Copa do Mundo de 2018.
© Sputnik / Рамиль Ситдиков
Torcedores ingleses comemoram vitória sobre a Suécia nas quartas de final da Copa do Mundo de 2018.
 

Já em Sochi, um duelo mais complicado estava para acontecer. Rússia e Croácia, que um dia integraram a União Soviética, se enfrentaram em um jogo cheio de reviravoltas.

O estádio lotado de torcedores russos apoiava a seleção em cada lance, e preencheu o clima do jogo com emoção.

Não bastasse a torcida, os times proporcionaram um grande espetáculo. Aos 30 minutos do 1º tempo, Cheryshev, uma das surpresas da Copa, acertou um tiro de fora da área no canto esquerdo do goleiro croata Subasic.

Denis Cheryshev comemora seu gol contra a Croácia.
© Sputnik / Alexander Vilf
Denis Cheryshev comemora seu gol contra a Croácia.

A resposta veio logo em seguida, aos 39 minutos, com gol de Mario Mandzukic.

Com o placar inalterado, o jogo foi para a prorrogação.

Aos 11 minutos da prorrogação, o zagueiro Vida, da Croácia, virou o jogo com um gol de cabeça. Mas para a surpresa de todos, Mario Fernandes empatou a partida e incendiou o estádio aos 9 minutos do 2º tempo da prorrogação.

Luka Modric comemora a classificação da Croácia.
© Sputnik / Alexander Vilf
Luka Modric comemora a classificação da Croácia.

Com os 2 gols, um para cada lado, empurraram a partida para os penaltis, sacramentando ali a vitória croata após 1 defesa dos goleiros de cada um dos times, e uma penalidade desperdiçada pelo brasileiro Mario Fernandes.

O jogo da semifinal entre Croácia e Inglaterra acontece na quarta-feira (11), em Moscou, no estádio de Luzhniki. Já o França e Bélgica se enfrentam em São Petersburgo na terça-feira (10).

Mais:

Melhores fotos da semana em que são decididos competidores nas semifinais da Copa 2018
Presidente da FIFA elogia e agradece Kazan por sediar Copa do Mundo
Fim da Copa para sul-americanos amplia recorde europeu
Macron estará nas semifinais da França na Copa da Rússia, apesar do boicote britânico
Campanha triunfal da Rússia na Copa do Mundo eleva valor da equipe em 17%
Tags:
Copa do Mundo Rússia 2018, Copa do Mundo 2018, Inglaterra, Bélgica, Croácia, Suécia, França, Rússia
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik