Mário Fernandes e Denis Cheryshev após vitória da Seleção Russa no jogo contra Espanha nos oitavos da Copa 2018

Rússia derruba Espanha e faz história na Copa do Mundo

© Sputnik / Aleksei Filippov
Copa do Mundo 2018
URL curta
13272

Rússia e Espanha se enfrentaram pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2018 neste domingo no estádio Luzhniki, em Moscou. A anfitriã surpreendeu uma das favoritas ao título venceu a equipe espanhola nos pênaltis.

Classificada com dois empates e uma vitória, a seleção espanhola entrou em campo tentando driblar a desconfiança e as críticas na Copa do Mundo, enquanto a anfitriã Rússia chegou de maneira inédita à segunda fase. 

A Espanha começou o jogo com o seu característico toque de bola e a Rússia se fecando no campo defensivo e apostando no contra-ataque. 

A seleção espanhola abriu o placar aos 11 minutos do primeiro tempo em gol contra de Ignashevich. 

Sergio Ramos comemora gol contra a Rússia na Copa do Mundo
© REUTERS / Carl Recine
Sergio Ramos comemora gol contra a Rússia na Copa do Mundo

Após toque de braço na área por Piqué, juíz marca penalidade máxima para a seleção russa, que reage e deixa tudo igual com gol de pênalti de Dzyuba.

O primeiro tempo terrminou com um jogo sem muita atividade. Após abrir o placar, a Espanha tentou controlar a posse de bola e não criou muitas chances, sendo castigada com o gol de empate russo. 

O segundo tempo seguiu equilibrado entre as duas seleções, sem grandes chances de gol paras as equipes. 

A Espanha dominou a posse de bola, mas sem conseguir ameaçar com jogadas ofensivas, enquanto a seleção russa se defendeu bem, não dando muitas chances para o adversário.

Sem grandes emoções, o jogo terminou empatado e foi para a prorrogação. 

No primeiro tempo da prorrogação, o time russo se fechou no campo defensivo e demonstrou forte desgaste físico, com vários jogadores indicando sintomas de cãimbra. 

Com o fim da prorrogação, a Rússia conseguiu levar o jogo para os pênaltis e venceu a Espanha, fazendo história na Copa do Mundo e mandando uma das favoritas ao título para casa.

​Com uma atuação decepcionante, a Espanha apostou no toque de bola e não demonstrou objetividade e eficiência no jogo. A Rússia, por sua vez, provou uma grande disciplina tática e conseguiu levar o jogo para as penalidades, sendo coroada com uma vitória e uma histórica classificação para as quartas de final. 

Jogadores da Seleção Russa Mário Fernandes e Ilia Kutepov após o fim do jogo contra Espanha
© Sputnik / Yevgenia Novozhenina
Jogadores da Seleção Russa Mário Fernandes e Ilia Kutepov após o fim do jogo contra Espanha

Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik