Lucas Maciel aparece instigando crianças russas a repetirem termos chulos em português.

Mais um vídeo de torcedor brasileiro desrespeitando russos: Desta vez com crianças

© Foto : Reprodução/Facebook
Copa do Mundo 2018
URL curta
91444

Não bastassem os vídeos de torcedores brasileiros instigando mulheres russas a repetirem termos obscenos sobre o sexo feminino, um novo vídeo explodiu nas redes sociais. Nele, um torcedor identificado como Lucas Maciel repete a prática: desta vez com um menino russo menor de idade.

Lucas, que supostamente é morador do Rio de Janeiro, aparece no vídeo pedindo a uma criança russa para repetir frases como "eu sou filho da p*ta", "eu sou veado" e "eu dou para o Neymar". Embora não esteja claro em qual cidade e dia as imagens foram gravadas, o vídeo foi postado em tom de indignação pela internauta Fernanda Kuznetsova, que mora em São Petersburgo.

Em poucas horas on-line, a publicação acumula mais de 1,2 milhão de visualizações e teve mais de 23 mil compartilhamentos. Assista:

Horas depois da repercussão, Lucas deletou o perfil que mantinha no Twitter. Ele apareceu em seguida em outra gravação pedindo desculpas:

"Estou gravando este vídeo para pedir desculpas para o menino e para toda a Nação russa pela brincadeira que eu fiz. Eu fui gravar um vídeo com ele, um vídeo infantil da minha parte e achei que não foi certo. Quero esclarecer que este tipo de brincadeira 'não faz parte da nossa nação brasileira' e estou completamente arrependido, desculpa a todo mundo", diz.

Autoridades russas ainda não se manifestaram sobre o ocorrido. Na manhã de hoje, a jurista russa Alyona Popova iniciou uma petição para punir os brasileiros que aparecem incitando uma mulher a repetir termos chulos em português. O Ministério de Assuntos Interiores da Rússia deve começar a investigar a situação e caso sejam considerados culpados, os torcedores podem ser multados e impedidos de viajar novamente para o país.

Já o ministro dos Esportes do Brasil, Leandro Froes que concedeu coletiva em Moscou sobre a cooperação de segurança entre Brasil e Rússia para a Copa do Mundo, também se manifestou e disse estar envergonhado com a atitude demonstrada pelos compatriotas. "Uma atitude como essa, além de envergonhar nosso país como um todo, merece todas as repreensões que a gente possa fazer", declarou.

Tags:
Copa do Mundo, Ministério de Assuntos Interiores da Rússia, Ministério dos Esportes, Leandro Froes, Fernanda Kuznetsova, Lucas Maciel, Alyona Popova, Neymar, São Petersburgo, Rio de Janeiro, Moscou, Rússia
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik