A presidente da Croácia Kolinda Grabar Kitarovic, o presidente da FIFA Gianni Infantino e o primeiro-ministro russo Dmitry Medvedev durante o jogo Rússia x Croácia nas quartas de final da Copa

Presidente da FIFA declara Copa da Rússia como a melhor da história

© Sputnik / Grigory Sysoev
Notícias sobre a Copa do Mundo 2018
URL curta
5230

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, declarou que a Copa da Rússia está sendo a melhor da história e agradeceu a todos que estão participando da organização do evento.

"Está sendo uma Copa magnífica e maravilhosa. Desde o início do torneio, nós estamos experimentando emoções incríveis de estar aqui, em dois dias será o apogeu de tudo isso: a final. Nos dois últimos anos eu vinha falando que a Copa 2018 seria a melhor da história. Agora, posso repetir com certeza que esta é a melhor Copa da história. Queria agradecer a todos que estiveram ligados à realização e à organização do torneio", declarou Infantino durante uma coletiva de imprensa.

O presidente da FIFA agradeceu também ao povo russo, ao governo, ao presidente da Rússia Vladimir Putin, ao comitê organizador da Copa, à União Russa de Futebol e aos voluntários da Copa 2018.

Infantino afirmou também que a Copa mudou a percepção do mundo sobre a Rússia, porque os torcedores de todo o mundo viram um país lindo e acolhedor.

"A Rússia se tornou um verdadeiro país do futebol […] Os russos têm planos precisos e a FIFA apoia o país e a União Russa de Futebol. Além disso, essa Copa mudou a percepção de todos os países sobre a Rússia. Visitamos todas as cidades [da Copa] e todos os que chegaram aqui viram um país lindo e acolhedor", disse ele.

"É um país rico em cultura e em história da humanidade, e isso se pode ver em todas as cidades. Foi uma grande aventura para todos os que chegaram aqui. Sentiram a atmosfera acolhedora. Acredito que graças à Copa muitos preconceitos desapareceram, porque todos viram o caráter real dos russos", acrescentou ele.

A primeira Copa do Mundo da FIFA na Rússia começou em 14 de junho e termina em 15 de julho.

Tags:
Copa 2018, FIFA, Rússia
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik