Neymar tenta dar um chapéu no goleiro Stojkovic, da Sérvia, na última rodada do grupo E da Copa do Mundo 2018

O que esperar de Brasil x México nestas oitavas de final?

© Sputnik / Aleksandr Vilf
Notícias sobre a Copa do Mundo 2018
URL curta
121

Brasil e México se enfrentam hoje de olho em uma vaga nas quartas de final da Copa do Mundo FIFA 2018. O Brasil chega como favorito à disputa tanto pelo seu histórico no futebol como pela qualidade do seu atual elenco. Mas quais são as chances dos mexicanos?

Em 24 jogos sob o comando de Tite, a seleção brasileira acumula apenas uma derrota, contra quatro empates e 19 vitórias. Nesta Copa, chegou como grande favorita, mas decepcionou o público com um simples empate contra a Suíça, em Rostov-no-Don. A desconfiança inicial, no entanto, foi reduzida com duas belas apresentações diante de Costa Rica e Sérvia, batendo as duas por 2 a 0, em São Petersburgo e Moscou. 

Entre tapas e beijos com o seu principal jogador, o craque Neymar, a torcida brasileira tem apostado no talento de Philippe Coutinho e na segurança da defesa para garantir vitórias. 

Com um time compacto e eficiente e ótimos resultados nos últimos tempos, o Brasil ainda traz todo o peso de cinco campeonatos conquistados para sua envergadura, ainda ocupando hoje o segundo lugar no ranking da FIFA

Falar em Brasil em qualquer conversa sobre futebol é sinônimo de respeito e favoritismo, mas as frustrações das três últimas Copas andam assombrando torcedores e talvez até jogadores por aí. Depois do 7 a 1 principalmente, a conquista de um novo Mundial pode ser o ponto final do ciclo de reconciliação entre seleção e torcida. É, sem dúvida, uma espécie de exigência da maioria dos torcedores brasileiros.

Sem nenhum título de Copa no currículo, o México, 15º do ranking, também vem lutando pra se livrar de uma decepção histórica nos últimos anos, o 7 a 0 pro Chile na Copa América de 2016. Contando com nomes de menor expressão entre seus destaques do que os de Neymar e Coutinho, aposta no talento de Chicharito, Lozano e Vela, por exemplo, para lutar por dois feitos históricos nesta Copa: a eliminação do Brasil e um possível título mundial. 

Na sua partida inicial, o México encantou o mundo ao bater a favoritíssima Alemanha por 1 a 0 em Moscou, mas o time também inspirou preocupações com o número significativo de falhas e oportunidades perdidas. Em seguida, venceu por 2 a 1 a Coreia do Sul em Rostov-no-Don e tomou uma surra de 3 a 0 da Suécia em Ekaterinburgo, só se classificando graças a outra improvável derrota alemã, para os sul-coreanos. 

Assim, Brasil e México chegam com graus de favoritismo e de cobrança diferentes para esse embate em Samara. Enquanto um acredita na possibilidade do sexto título, o outro, que, em quatro encontros, nunca derrotou o Brasil em uma Copa, sonha em alcançar um resultado único nesta edição. A seleção mexicana pode tanto entrar como jogou com a Alemanha, se concentrando nos contra-ataques para fazer o resultado, como pode ir para cima do Brasil com tudo logo de cara, tal qual prometeu o técnico Juan Carlos Osorio, opção que daria muitos espaços para serem aproveitados pelo rápido ataque brasileiro. Rapidez, aliás, é uma das principais características desse time mexicano, que precisará se reinventar para furar o paredão formado por Thiago Silva, Miranda, Felipe Luís e Fagner. 

Seja como for, esse tem tudo para ser um dos melhores jogos desse Mundial, com duas equipes de qualidade precisando fazer o possível para encantar seus torcedores e se garantir entre os oito primeiros, pelo menos, do torneio. Um dos maiores do mundo, Neymar, após a despedida de Messi e Cristiano Ronaldo, é o nome de maior destaque entre os que ainda estão na competição, e pode acabar de vez com as críticas de jornalistas e torcedores e liderar o Brasil com uma grande atuação nesse confronto. Para isso, terá que superar, junto com seus companheiros, a elasticidade do goleirão Guillermo Ochoa, líder em número de defesas nesta Copa e um dos principais responsáveis pelo empate em 0 a 0 entre México e Brasil no Mundial de 2014. 

Mais:

Torcidas de Rússia e Croácia comemoraram muito neste domingo de Copa
Rússia enfrentará Croácia nas quartas de final da Copa
Iniesta se despede da seleção espanhola após queda diante da Rússia
Russos comemoram vitória histórica na Copa do Mundo (VÍDEO)
Melhores fotos da semana em que torcedores de todo o planeta acompanham Copa na Rússia
Tags:
futebol, Copa do Mundo, FIFA, Samara, México, Rússia, Brasil
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik