Argentina's former soccer star Diego Maradona cheers for his team before the group D match between Argentina and Croatia at the 2018 soccer World Cup in Nizhny Novgorod Stadium in Nizhny Novgorod, Russia, Thursday, June 21, 2018

Diego Maradona exige acesso ao treino da Argentina após derrota para Croácia

© AP Photo / Petr David Josek
Notícias sobre a Copa do Mundo 2018
URL curta
104

Depois de um empate com a Islândia e uma derrota por 3 a 0 para a Croácia, os bicampeões da Copa do Mundo estão correndo o risco de ficarem fora das oitavas de finais do torneio.

O lendário jogador de futebol argentino Diego Maradona, que levou seu time ao título da Copa do Mundo de 1986, exigiu acesso ao campo de treinamento da equipe na preparação para o decisivo jogo do Grupo D contra a Nigéria.

"Quero poder falar com os jogadores e fazê-los entender o que significa vestir a camisa nacional", disse o jogador de 57 anos.

Maradona foi visto apoiando sua equipe no estádio durante as partidas com a Islândia em 16 de junho e com a Croácia cinco dias depois.

Na sexta-feira, a Nigéria derrotou a Islândia, por 2 a 0, em Volgogrado, para alimentar as esperanças da Argentina de avançar para a fase eliminatória. Agora o único objetivo da Argentina é vencer a Nigéria e esperar que a Islândia não vença a Croácia pelo mesmo saldo de gols.

Após o empate de 0 x 0 da Argentina com a Islândia, Maradona disse à TV venezuelana que não pode culpar os jogadores e afirmou que o desempenho da equipe é uma "vergonha". A lenda do futebol também alertou o técnico Jorge Sampaoli que ele não seria bem-vindo em casa se não mudasse de tática.

Tags:
Maradona
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik