Árbitro saudita Fahad Al-Mirdasi com o atacante mexicano Chicharito Hernández durante a partida de disputa pelo terceiro lugar da Copa das Confederações 2017, entre Portugal e México

Copa do Mundo na Rússia estreia tecnologia inovadora na arbitragem

© Sputnik / Aleksei Filippov
Notícias sobre a Copa do Mundo 2018
URL curta
240

A Copa do Mundo 2018 na Rússia estreia com uma tecnologia que promete revolucionar a arbitragem no futebol. Pela primeira vez na história do esporte os juízes poderão usar imagens de vídeo para mudar decisões iniciais nas partidas.

Em 2014, o Brasil já havia inaugurado a tecnologia da linha do gol, que, através de um chip na bola, indicava a posição da bola. A inovação, no entanto, foi realizada sem a interferência humana, sendo feita mecanicamente.

Desta vez, os juízes poderão rever os lances de gols, pênaltis, faltas e cartões, e mudar as decisões inicialmente tomadas. Uma cabine fechada repleta de telas e replays irá servir de auxílio para a arbitragem em lances duvidosos. O árbitro assistente de vídeo (VAR) poderá enviar orientações aos juízes de campo através de um ponto. A partir desta comunicação, o árbitro principal poderá confiar na orientação ou verificar o lance através de um vídeo à beira do campo. 

​A inovação, apesar de prometer reduzir os erros graves de arbitragem, causa polêmica por permitir tanta interferência da tecnologia no jogo. Críticos da ideia também alegam que isso pode causar muita demora entre o lance e a checagem em caso de dúvida.  

A Copa do Mundo de 2018 é realizada 14 de junho a 15 de julho nas cidades de Volgogrado, Ekaterinburgo, Kazan, Kaliningrado, Moscou, Nizhny Novgorod, Rostov-no-Don, Samara, São Petersburgo, Saransk e Sochi.
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik