Neymar durante amistoso contra a Áustria.

Com goleada e bom desempenho, Brasil encontrou formação para estreia, diz comentarista

© AP Photo / Ronald Zak
Notícias sobre a Copa do Mundo 2018
URL curta
206

O Brasil venceu e convenceu. Com gols de Gabriel Jesus, Neymar e Philippe Coutinho, a seleção deixou para trás a Áustria em seu último amistoso antes da Copa do Mundo.

Para o jornalista esportivo Marcos Penido, a escalação utilizada nesto domingo (10) em Viena, Áustria, é uma boa opção para o técnico Tite. Sem os três volantes (Casemiro, Fernandinho e Paulinho), o time ganhou velocidade e jogou melhor, afirma.

"Não gosto dos 3 volantes. Você vê que a Alemanha jogou com 3 volantes e teve problemas. Brasil, Alemanha, Argentina, são times que não dá para ficar com 3 volantes, não é o estilo, não é a nossa essência."

Penido, que já cobriu 9 campeonatos mundiais de futebol, diz que o Brasil não deve utilizar três voltantes "contra ninguém". "O Brasil é um time muito forte que impõe respeito nos adversários", disse em entrevista à Sputnik Brasil. 

Na vitória deste domingo, Fernandinho deu lugar para o jogador do Barcelona Philippe Coutinho.

O comentarista esportivo classifica a recuperação de Neymar como "surpreendente" e vê o craque motivado para conseguir disputar uma boa Copa do Mundo. "O time é outro com ele", analisa.

Na avaliação de Penido, Tite tem conseguido trabalhar também o aspecto emocional já que o jogador do Paris Saint-Germain não tem mais apresentado um "comportamento egoísta" e cometido "faltas desnecessárias".

A seleção canarinho estreia na Copa no dia 17, contra a Suíça, em Rostov-no-Don.

Mais:

Copa do Mundo da Rússia: durante fim de semana Copacabana vira São Petersburgo
'Abrimos ao mundo nosso país e nossos corações': Putin se dirige a visitantes da Copa
Sexo durante a Copa é bom desde que não desgaste os jogadores, diz preparador físico
Como chegar à Copa na Rússia? Esse alemão optou por trator (FOTOS)
Modelos tiram roupa para receber cores das nações da Copa 2018 (FOTOS)
Tags:
Neymar
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik