10:26 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    COVID-19 no mundo em outubro de 2021 (23)
    2101
    Nos siga no

    Se os documentos legais necessários forem assinados nos próximos dias, o processo de aprovação da Sputnik V pela OMS pode ser concluído até o final deste ano. A OMS espera que o imunizante russo seja aprovado porque, segundo os dados preliminares, é "uma vacina muito boa".

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) pode aprovar a vacina Sputnik V contra a COVID-19 até o final deste ano se Moscou assinar os documentos legais necessários nos próximos dias, afirmou a cientista-chefe da OMS, Soumya Swaminathan, em uma entrevista à agência Sputnik.

    "Há vários documentos legais que precisam de ser assinados por ambos os lados antes do processo continuar, e acredito que aqui é onde estamos agora. As autoridades russas nos asseguraram que estes documentos serão assinados muito em breve e, assim que isso estiver completo, [...] a avaliação do dossiê recomeçará de novo, o diálogo recomeçará e depois serão planejadas inspeções", disse Swaminathan.

    A OMS pretende enviar seus especialistas para a Rússia assim que possível para inspecionar os locais de fabricação, adicionou.

    "Se tudo isso acontecer [assinatura de documentos] nos próximos dias, o processo recomeçará e é muito possível que as inspeções também ocorram até o final do ano e o processo poderia ser concluído", disse a cientista-chefe da OMS.

    A OMS espera que a vacina Sputnik V seja aprovada porque, segundo os dados preliminares, é "uma vacina muito boa", revelou Swaminathan.

    Mistura de vacinas

    Além disso, Swaminathan afirmou que a ideia de misturar vários imunizantes é muito interessante, mas são necessários mais dados, incluindo sobre a Sputnik V.

    "É um conceito muito interessante sobre uso de duas plataformas de vacinas diferentes, para tentar estimular o sistema imunológico. Vários imunologistas acreditam que pode ser uma boa abordagem. Mas novamente precisamos de ver os dados concretos das pesquisas", declarou.

    Os desenvolvedores da Sputnik V solicitaram a aprovação do imunizante pela OMS em fevereiro e a organização realizou inspeções das instalações de produção russas em maio e junho. Em outubro, Moscou anunciou que a OMS levantou todos os obstáculos para a aprovação da vacina.

    Tema:
    COVID-19 no mundo em outubro de 2021 (23)

    Mais:

    Apresentado 1º comprimido contra COVID-19 que reduz risco de hospitalização e morte pela metade
    Nova pandemia é 'inevitável', diz diretora-adjunta brasileira da OMS
    Covaxin foi comprada pelo governo após laboratório dizer que não cumpriria prazo, revelam e-mails
    COVID-19: após 18 meses, Portugal reabre boates no 'dia da libertação'; médicos aprovam o timing
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, vacina, Sputnik V, Organização Mundial da Saúde
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar