15:35 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    3347
    Nos siga no

    A Apple está baixando o nível de segurança da indústria de dispositivos inteligentes, ao criar ferramentas que promovem um mercado livre para o acesso ilegal aos dados privados dos usuários, de acordo com Edward Snowden, antigo funcionário de inteligência dos EUA.

    Participando do fórum educacional Novoe Znanie (Novos Conhecimentos, na tradução em russo) em Moscou, nesta quinta-feira (2), o ex-técnico da Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA, na sigla em inglês) e da Agência Nacional de Segurança (NSA, na sigla em inglês), que se encontra em asilo na Rússia, abordou as mudanças na forma como as empresas de tecnologia estão acessando dados privados.

    "Agora, a empresa Apple está fazendo algo que nunca tínhamos visto antes. O que eles [Apple] querem fazer é buscar conteúdo ilegal em seus dispositivos antes que essas informações cheguem aos servidores deles", explicou Snowden.

    O ex-técnico de inteligência apontou que os representantes da empresa "compõem o que tornam em 'belas histórias' que [supostamente] são para a segurança e proteção da privacidade e dos dados pessoais".

    A Apple controla agora os dispositivos dos usuários quanto ao que procurar, e se encontra algo neles contra sua legislação, como pornografia infantil, os rotula de material ilegal.

    Snowden descreveu a situação como "uma espécie de impressão digital para ver se o conteúdo se enquadra na definição de ilegal ou não".

    Segundo o ex-técnino de inteligência norte-americano, este sistema já está sendo implementado nos EUA, pelo que a gigante tecnológica planeja o incluir em seus últimos modelos de iPhone.

    O ativista ressaltou que o fato de algumas empresas privadas estarem começando a desenvolver mecanismos para invadir celulares – e vender esses métodos de acesso a governos de outros países – é uma indicação de que "um mercado livre está sendo criado para qualquer pessoa que queira acessar os dados" de outros usuários, iniciando "um novo setor de negócios".

    Snowden argumenta que é necessária uma indústria para tornar o mundo um lugar mais seguro, mas "agora, o objetivo dessa indústria é baixar o nível de segurança".

    Mais:

    'Retrocesso para privacidade': chefe do WhatsApp critica Apple por escanear fotos de usuários
    Empresa dos EUA acusa Huawei de roubar dados e espiar Paquistão
    Humanidade está menos livre e culpa é das grandes empresas de tecnologia, afirma CEO do Telegram
    Tags:
    Apple, iPhone, celulares, privacidade, dados pessoais, usuários, legislação, Edward Snowden
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar