18:57 17 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)
    061
    Nos siga no

    A teoria de que o vírus da COVID-19 teria vazado de um laboratório em Wuhan foi descartada por especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) que estariam investigando as origens da pandemia.

    A equipe, formada por especialistas da OMS e da China, deverá emitir um comunicado em relação às implicações políticas do mesmo, na próxima semana, após visitas a Wuhan em janeiro e fevereiro de 2021 com o objetivo de obter respostas às questões de transparência por parte da China, informa o tabloide Daily Mail.

    O relatório final ainda não está pronto, mas Liang Wannian, chefe da ala chinesa da equipe, disse à mídia estatal que a teoria de que o vírus teria vazado de um laboratório foi categorizada como "extremamente improvável". Esta teoria teria sido bastante alimentada em Washington e entre alguns dos aliados dos EUA, durante a presidência de Donald Trump. Contudo, por agora, o cientista afirmou que a mesma não deverá vir a ser mais investigada, a não ser que apareçam novas evidências.

    Liang também acrescenta que a decisão de irrelevância da teoria é "consenso" entre os especialistas chineses e da OMS, e negou a existência de atrasos por motivos de discórdia entre os cientistas envolvidos na investigação.

    Membros da equipe da Organização Mundial da Saúde se preparam para partir para um segundo dia de visita de campo em Wuhan, na China, no sábado, 30 de janeiro de 2021.
    © AP Photo / Ng Han Guan
    Membros da equipe da Organização Mundial da Saúde se preparam para partir para um segundo dia de visita de campo em Wuhan, na China
    "Queremos apresentar um relatório científico completo e rigoroso a nível máximo, por isso este processo leva mais tempo [...]. É difícil esperar que 30 cientistas de ambos os lados deem respostas claras a todas as questões em apenas um mês", explicou Liang em uma entrevista ao Global Times.

    O cientista chinês conta que os especialistas visitaram o instituto de virologia, mantendo "profunda comunicação" com os funcionários do laboratório. No final, a equipe de cientistas teria concordado ser "extremamente improvável que o vírus tenha vazado do laboratório", citado pela mídia britânica.

    Uma vez publicado, o esperado relatório deverá examinar um leque de teorias sobre como o coronavírus passa de animais para humanos, continuando morcegos como principais suspeitos.
    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)

    Mais:

    Idosos têm mais probabilidade de se infectarem por COVID-19 pela 2ª vez, diz estudo
    COVID-19: políticos noruegueses pedem aprovação da Sputnik V ante recorde no número de casos
    Pandemia descontrolada: Brasil tem mais de 3 mil mortes por COVID-19 em 24 horas, diz CONASS
    Tags:
    China, OMS, Wuhan, COVID-19, pandemia, estudo, investigação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar