13:49 23 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de março de 2021 (94)
    0 42
    Nos siga no

    O Twitter anunciou a marcação de postagens com desinformações sobre vacinas contra o coronavírus.

    "A partir de hoje [1º], nós vamos começar a aplicar rótulos nos tweets que podem conter informação enganosa sobre vacinas contra COVID-19, em adição a nossos esforços de remover informação enganosa mais danosa sobre a COVID-19 do serviço", anunciou o Twitter na última segunda-feira (1º) em um post em seu blog.

    "Nosso objetivo é eventualmente usar tanto uma revisão automática como humana destinada ao conteúdo que viola nossas regras quanto à desinformação sobre vacinas contra COVID-19", diz o anúncio.

    A plataforma também revelou novo sistema destinado a "ajudar a ensinar o público sobre nossas políticas e a reduzir a propagação de informação potencialmente danosa e enganosa no Twitter, particularmente por repetidas violações moderadas e severas de nossas regras".

    Enquanto o Twitter concorda em não punir alguém que viole a nova regra pela primeira vez, duas ou três violações vão resultar no bloqueio de conta por 12 horas por cada violação. O quarto rótulo ocasiona suspensão da conta por uma semana, enquanto cinco e mais violações podem resultar na exclusão permanente da conta. A decisão da plataforma também pode ser apelada.

    Vale destacar que, até então, o Twitter já removeu mais de 8,4 mil tweets relacionados ao novo coronavírus e tomou medidas contra 11,5 milhões de contas em todo o mundo.

    A nova política do Twitter para conteúdo enganoso e desinformação visa conter a divulgação de fake news sobre a COVID-19. Segundo o portal Politico, pelo menos 110 organizações de informação sobre vacinas foram marcadas e submetidas às regras da política do Facebook.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de março de 2021 (94)

    Mais:

    Trump diz que proibirá rede social TikTok nos EUA
    Repercussão 98,5% negativa em rede social faz Bolsonaro revogar decreto sobre o SUS, diz mídia
    Austrália diz que negociações continuarão com Facebook sobre publicação de notícias na rede social
    Tags:
    novo coronavírus, COVID-19, contas, bloqueio, Twitter
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar