02:28 09 Março 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    8344
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (25), o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres disse que a comunidade internacional não deve permitir que o mundo se divida em duas metades, cada uma dominada por uma das principais potências globais.

    A declaração de Guterres foi emitida durante o primeiro dia do Fórum Econômico Mundial, nesta segunda-feira (25),

    "Continuo temendo a possibilidade de uma grande fratura: o mundo se dividindo em dois, com as duas maiores economias da Terra liderando duas áreas com moedas dominantes diferentes, regras comerciais e financeiras, cada uma com sua própria Internet e sua própria geopolítica e estratégias militares de soma zero. Devemos fazer todo o possível para evitar tal divisão", disse o secretário-geral da ONU.

    Guterres ressaltou a necessidade de uma economia global com respeito ao direito internacional e a importância do mundo multipolar com instituições multilaterais fortes. O secretário-geral da ONU disse que há uma chance única de fechar a lacuna usando a recuperação da pandemia da COVID-19 para passar das fragilidades à resiliência.

    Secretário-geral da ONU, António Guterres, participa de uma coletiva em Ramallah, Cisjordânia
    © REUTERS / Mohamad Torokman
    Secretário-geral da ONU, António Guterres, participa de uma coletiva em Ramallah, Cisjordânia

    A liderança da ONU também expressou preocupação com o regime de desarmamento global e os riscos crescentes de proliferação nuclear e química.

    "Todas essas ameaças - todos esses obstáculos ao progresso - exigem diálogo e colaboração", disse ele. "Governos, organizações internacionais, o setor privado e a sociedade civil precisam trabalhar juntos. É por isso que tenho repetidamente chamado por um multilateralismo revigorado, inclusivo e em rede", acrescentou.

    O 51º Fórum Econômico Mundial teve início nesta segunda-feira (25) e continua até a sexta-feira (29).

    Mais:

    EUA revelam estratégia de contenção da China focada na ascensão da Índia como contrapeso a Pequim
    Rússia e China são os principais desafios para EUA, afirma candidato à chefia do Pentágono
    China estaria pressionando EUA por realização de cúpula entre Xi e Biden, diz mídia
    Tags:
    Fórum Econômico Mundial, Organização das Nações Unidas, António Guterres
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar