22:11 17 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)
    0 0 0
    Nos siga no

    A BioNTech, parceira da Pfizer na produção de vacinas contra o novo coronavírus, aumentou a meta de entrega de doses do imunizantes para 2021: o novo objetivo é produzir 2 bilhões de injeções este ano, anunciou a empresa nesta segunda-feira (11).

    A meta anterior era de 1,3 bilhão de vacinas. Segundo a empresa, a revisão da meta foi possível pelo recente estabelecimento de novas linhas de produção e pela possibilidade de extração de mais doses da vacina por frasco produzido.

    Novas seringas, que otimizam o aproveitamento da matéria-prima, foram desenvolvidas. Elas permitem a extração de seis doses de um frasco padrão, em vez das cinco usuais, uma vez que evitam a sobra de líquido de imunizante dentro da seringa, que acaba sendo não utilizado.

    "Agora acreditamos que podemos entregar potencialmente cerca de 2 bilhões de doses no total até o final de 2021", disse a BioNTech em comunicado, segundo a Reuters.

    A empresa informou também que um novo local de produção de vacinas, em Marburg, na Alemanha, vai aumentar a produção anual em até 750 milhões de doses a partir do final de fevereiro, quando a nova instalação entrar em atividade.

    ​A vacina da Pfizer é uma das aplicadas no mundo atualmente. Estados Unidos, Canadá, Israel, Bahrein e Chile, além de membros da União Europeia, são alguns dos países que utilizam este imunizante nas campanhas nacionais de imunização.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)

    Mais:

    Após imunizante da Pfizer, México autoriza uso emergencial de vacina de Oxford
    Colômbia autoriza uso emergencial da vacina da Pfizer contra COVID-19 (VÍDEO)
    Peru entra em conflito com farmacêutica Pfizer por efeitos colaterais da vacina
    Médico dos EUA morre após receber vacina da Pfizer contra COVID-19, reporta mídia
    Tags:
    Alemanha, saúde, COVID-19, novo coronavírus, pandemia, vacina, Pfizer
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar