12:23 30 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    Vencedores do Prêmio de Memória a Khaled Alkhateb, competição anual promovida pelo canal RT, que reconhece esforços de jornalistas em zonas de conflito, foram anunciados nesta quinta-feira (30).

    A competição internacional, que está em sua terceira edição, foi criada em homenagem ao jornalista independente do canal RT em língua árabe Khaled Alkhateb, que morreu aos 25 anos, em 2017, enquanto cobria a guerra da Síria. Ele foi vítima de um bombardeio do grupo Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países).

    Em função da pandemia da COVID-19, o evento comemorativo de entrega do prêmio, realizado na data do falecimento de Khaled Alkhateb, foi cancelado.

    No entanto, a chefe da RT em árabe, Maya Menna, disse que o coronavírus "não poderia impedir a tradição de honrar, mesmo que a distância, aqueles bravos jornalistas que, com pandemia ou não, continuam a arriscar suas vidas na linha de frente para nos trazer a verdade". 

    'Bravura e sacrifício'

    Manna ressaltou ainda que a competição foi feita não apenas para homenagear Alkhateb, mas também para lembrar que "agora, enquanto falamos, existem muitos jornalistas por aí em zonas de conflito ao redor do mundo, arriscando suas vidas para trazer a verdade". 

    "Somos gratos a vocês por sua bravura e sacrifício", acrescentou. 

    Lista de premiados

    Em 2020, o vencedor na categoria Melhor Vídeo de Jornalismo em Zona de Conflito: Curta-Metragem foi Mohamed Ali, da Síria, com uma reportagem sobre a situação na província síria de Idlib. 

    Edifícios destruídos por bombardeamentos na província síria de Idlib
    © AFP 2020 / Omar Haj Kadour
    Edifícios destruídos por bombardeamentos na província síria de Idlib

    O primeiro lugar na categoria Melhor Vídeo de Jornalismo em Zona de Conflito: Longa-Metragem foi Aleksandr Konevich, da Rússia, com uma série de reportagens sobre os esforços das Forças Armadas da Rússia na Síria. 

    E, por fim, o prêmio de Melhor Jornalismo Escrito em Zona de Guerra foi concedido para Ruchi Kumar, da Índia, com reportagem sobre a deportação de refugiados afegãos do Irã. 

    Mais:

    Conselho Nacional de Comunicação Social Eletrônica da Letônia proíbe transmissão de 7 canais do RT
    RT lança escola midiática para jornalistas e blogueiros de toda a Rússia
    Policiais americanos atacam jornalistas russos durante cobertura de protestos nos EUA
    Tags:
    Idlib, vídeo, conflito, guerra, jornalismo, Forças Armadas, Síria, árabe, RT, Rússia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar