21:31 21 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    087
    Nos siga no

    Enquanto a indústria cinematográfica discute como reiniciar a produção de filmes em segurança, um filme está sendo rodado tendo um robô com IA estrelando no papel principal.

    Chama-se Erica, é imune ao novo coronavírus e é a estrela principal de uma nova longa-metragem de ficção científica. Imune porque é uma robô, dotada de inteligência artificial (IA).

    Segundo o jornal The Hollywood Reporter, o filme, intitulado "b", conta a história de um cientista que tenta criar uma molécula perfeita de DNA humano e será o primeiro filme da história do cinema que tem um robô com IA como estrela principal.

    O cientista, se confrontando com os perigos associados a seu programa de aperfeiçoamento do DNA humano, ajuda a mulher artificialmente inteligente que projetou, Erica, a escapar.

    Os cientistas japoneses Hiroshi Ishiguro e Kohei Ogawa, que criaram a Erica na vida real como parte de seu estudo de robótica, também a ensinaram a agir, aplicando os princípios da atuação metódica à inteligência artificial, de acordo com Sam Khoze, um dos produtores.

    Se os atores tendem a recorrer a suas próprias experiências de vida para desempenhar seus papéis, "Erica não tem experiências de vida. Ela foi criada do zero para interpretar o papel. Tivemos que simular seus movimentos e emoções através de sessões individuais, tais como controlar a velocidade de seus movimentos, falar através de seus sentimentos e treinar o desenvolvimento do caráter e da linguagem corporal", explicou Khoze.

    As primeiras cenas foram filmadas no Japão em 2019, estando programadas as restantes filmagens para junho de 2021 na Europa.

    O orçamento do filme totaliza US$ 60 milhões (R$ 328,74 milhões) e é da responsabilidade da Bondit Capital Media, que financiou títulos como To the Bone, bem como Loving Vincent, filme nomeado para um Óscar.

    Mais:

    Cansado de políticos mentirosos? Robôs poderiam ser a solução
    Será que viveremos um futuro em que robôs substituirão soldados?
    Tags:
    robô, Hollywood, inteligência artificial
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar