05:19 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    0 70
    Nos siga no

    Mensagens de socorro foram emitidas por meio de uma máquina, assim que o navio colidiu com o grande iceberg.

    De acordo com cientistas, o telégrafo, conhecido como voz do Titanic, poderia ser recuperado do fundo do Atlântico Norte. A máquina havia emitido mensagens nas noites de 14 e 15 de abril de 1912, minutos depois de o navio ter colidido.

    Especialistas que trabalham no caso afirmaram que algumas pessoas não gostaram nada da ideia, criticando e mostrando manifestações de desprezo.

    A ideia teria surgido com o objetivo de resgatar o objeto antes que fosse perdido para sempre. Além disso, o telégrafo pode se tornar irrecuperável em pouco tempo, afirmou o oceanógrafo David Gallo, do Instituto Oceanográfico Woods Hole, nos EUA.

    "Fui chamado de caçador de tesouros ganancioso, ladrão de túmulos [...] Acredito que essas acusações sejam pessoalmente ofensivas", ressaltou à Live Science.

    Anteriormente, a companhia propôs ao governo dos EUA realizar uma expedição para cortar a máquina, mas a proposta acabou sendo negada tanto pelos EUA quanto pelo Reino Unido.

    O navio notório Titanic
    © AP Photo / PA/Files
    O navio notório Titanic

    Cientistas, que observam os destroços do Titanic, afirmaram que a embarcação, que está aproximadamente três quilômetros abaixo da superfície do mar, está sendo degradada pela ferrugem e microrganismos encontrados nas profundezas oceânicas.

    Atualmente, o naufrágio do Titanic está protegido por um acordo entre EUA e Reino Unido, e nas próximas semanas a proposta deve ser repensada e uma decisão tomada.

    O Titanic afundou em 1912, causando a morte dos 1.500 passageiros a bordo, onde a maioria morreu congelada.

    Mais:

    Naufrágio de navio britânico 'congelado no tempo' reacende mistério de 170 anos (FOTOS, VÍDEO)
    Tesouro espanhol é encontrado em naufrágio de 1715 na costa dos EUA (FOTOS)
    Naufrágio de barco no Amapá deixa mortos, feridos e desaparecidos
    Tags:
    destroços, EUA, estudo, naufrágio, navio, Titanic
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar