13:45 22 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    0 112
    Nos siga no

    A câmara foi descoberta acidentalmente por arqueólogos que estavam trabalhando em uma sala e tropeçaram em uma abertura entre os dois espaços.

    Os arqueólogos que estavam trabalhando no projeto de restauração da Domus Aurea (Casa Dourada), o palácio do imperador Nero, encontraram uma passagem subterrânea escondida, segundo o Science Alert.

    De acordo com o meio de comunicação, a descoberta foi realizada quando os arqueólogos estavam trabalhando em uma das câmaras e acenderam luzes fortes que iluminaram uma abertura, revelando uma sala com afrescos.

    Nero nas ruínas de Roma, por Carl Theodor von Piloty (imagem referencial)
    Nero nas ruínas de Roma, por Carl Theodor von Piloty (imagem referencial)

    As paredes do local são decoradas com representações de criaturas míticas, como centauros e divindades pagãs, além de uma "esfinge solitária e silenciosa".

    "Depois de quase vinte séculos na escuridão, a sala Esfinge [...] retrata a atmosfera dos anos do principado de Nero", afirmou a diretora do parque Alfonsina Russo.

    O trabalho de escavação está sendo ponderado com todo o cuidado para não provocar danos no complexo.

    Mais:

    Arqueólogos ficam 'aterrorizados' com nova descoberta no Egito (FOTOS)
    Arqueólogos podem ter encontrado sepultura de líder inca durante conquista espanhola
    Colapso do Antigo Egito pode se repetir no mundo em tempos modernos, alerta arqueólogo
    Tags:
    arqueologia, arqueólogo, arqueólogos, descoberta, Império Romano, império
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar