20:52 01 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    2261
    Nos siga no

    A descoberta foi realizada por arqueólogos russos na região de Voronezh e inclui restos mortais de diversas mulheres, que supostamente seriam guerreiras amazonas.

    A equipe liderada por Valery Gulyaev, do Instituto de Arqueologia da Academia Russa de Ciências, realizou escavações de 19 sepulturas que foram encontradas pela primeira vez em 2000, segundo o portal EurekAlert. 

    Desta vez, os arqueólogos encontraram os restos mortais de quatro mulheres, de diferentes idades e posições sociais.

    Restos de amazona encontrada na Rússia
    © Foto / Academia de Ciências da Rússia
    Restos de amazona encontrada na Rússia

    Na última década, a expedição encontrou 11 túmulos de jovens mulheres guerreiras armadas. Entretanto, Gulyaev afirma que esta foi a primeira vez que sua equipe encontrou um túmulo contendo quatro amazonas, de faixas etárias diferentes.

    Uma das mulheres tinha entre 20 e 25 anos de idade, enquanto outra tinha entre 12 e 13 anos, e seus túmulos continham mais de 30 pontas de flechas de ferro, um gancho de ferro, arreios de cavalos, facas de ferro, fragmentos de vasos e diversos ossos de animais, segundo o portal do Instituto de Arqueologia.

    A descoberta sugere que as guerreiras pertencem ao período cita das tribos iranianas nômades e seminômades da Europa Oriental.

    A primeira guerreira descoberta tinha entre 40 e 50 anos de idade e havia sido sepultada com uma cobertura de cabeça trabalhada, com placas douradas e ornamentos florais, do tipo das que eram encontradas apenas em sepulturas reais de Cítia.

    O Instituto de Arqueologia considera a descoberta como "única", já que a esmagadora maioria dos túmulos citas na região foi roubada totalmente.

    Mais:

    Arqueólogos podem ter encontrado sepultura de líder inca durante conquista espanhola
    Colapso do Antigo Egito pode se repetir no mundo em tempos modernos, alerta arqueólogo
    Arqueólogos encontram cemitério real com criança tatuada no Peru (VÍDEO)
    Tags:
    Rússia, restos mortais, mulher, Amazonas, arqueólogos, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar