10:27 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Revólver e medalha da 1ª Guerra Mundial em campo belga

    Restos de 110 soldados da 1ª Guerra Mundial são encontrados na Bélgica (FOTOS)

    © Foto / Lord Ashcroft
    Sociedade
    URL curta
    3270
    Nos siga no

    Foram encontrados nesta semana mais de 80 soldados que morreram durante a Primeira Guerra Mundial e que deverão ser enterrados com honras militares.

    De entre os corpos foram encontrados 13 soldados britânicos mortos há mais de um século, conforme o tabloide Daily Mail.

    A descoberta faz parte de um projeto arqueológico, conhecido como "a Pompeia da Primeira Guerra Mundial", para encontrar restos que faziam parte da linha de frente entre 1914 e 1918.

    Munições da 1ª Guerra Mundial encontradas em campo belga
    Munições da 1ª Guerra Mundial encontradas em campo belga

    Juntos com os restos mortais foram encontrados rifles, revólveres, munições, capacetes, uniformes, fivelas de cinto e outros artefatos militares, bem como itens pessoais, tais como relógios, escovas de dente, garrafas de água, gaitas e utensílios de cozinha.

    Revólver e medalha da 1ª Guerra Mundial em campo belga
    © Foto / Lord Ashcroft
    Revólver e medalha da 1ª Guerra Mundial em campo belga

    Simon Verdegem, o arqueólogo principal do projeto, revelou que decidiu iniciar o projeto após uma comovente declaração de um tenente alemão.

    "Os homens não temem mais a morte, nós fizemos as pazes com a ideia sobre a nossa própria morte. Um fardo muito mais pesado é o medo de ser esquecido em solo estrangeiro, um fim inglório para qualquer soldado", declarou o oficial alemão.

    Verdegem também explicou que os alemães estavam deitados em supostas valas comuns, juntamente com diversos outros artefatos.

    Artefatos da 1ª Guerra Mundial encontrados em campo belga
    © Foto / Lord Ashcroft
    Artefatos da 1ª Guerra Mundial encontrados em campo belga

    "No final da segunda semana de trabalho, tínhamos 50 locais com restos mortais [...] Tinhamos uma vala comum com 25 alemães e outra com dez a 15. Ao final, tínhamos 135 locais com restos mortais [...]", declarou.

    Após a descoberta, a equipe analisou os ossos, bem como itens tais como uniformes, armas, botas, em uma tentativa de descobrir as nacionalidades dos soldados.

    Artefatos da 1ª Guerra Mundial encontrados em campo belga
    Artefatos da 1ª Guerra Mundial encontrados em campo belga

    Ao final, foi concluído que os restos mortais pertenciam a 73 soldados alemães, 13 soldados britânicos, três franceses e um sul-africano. Os restos de mais de 20 homens não puderam ser identificados.

    O Exército alemão invadiu a Bélgica em agosto de 1914 e o local se tornou rapidamente uma importante posição defensiva.

    Mais:

    Arqueólogos encontram 'iPhone' de 2.100 anos na 'Atlântida russa' (FOTOS, VÍDEO)
    Será que o lendário Golias era mesmo gigante? Arqueólogos esclarecem
    Pesquisadores brasileiros encontram complexo arqueológico na Amazônia Central
    Tags:
    Primeira Guerra Mundial, descoberta, equipamento militar, equipamentos, guerra, soldados, arqueólogo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar