10:32 10 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Policiais de Mianmar patrulhando a fronteira entre Mianmar e Bangladesh, no estado de Rakhine (foto de arquivo)

    Mianmar liberta jornalistas da Reuters presos em 2017

    © AFP 2019 / Thein Zaw
    Sociedade
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    Dois jornalistas da Reuters que foram detidos há um ano e meio na República de Myanmar foram soltos nesta terça-feira, 7.

    Wa Lone e Kyaw Soe Oo estavam na prisão desde dezembro de 2017, acusados de violar uma lei sobre segredos oficiais ao noticiarem a crise do povo rohingya. A própria Reuters relatou a soltura da dupla nesta manhã, citando testemunhas. 

    ​"Grande caminhada para a liberdade!!! Repórteres da Reuters Oo gesticulam enquanto caminham livremente para fora da prisão de Insein depois de receberem um perdão presidencial em Yangon, Mianmar, em 7 de maio de 2019." 

    Recentemente, o gabinete do presidente de Mianmar disse em um comunicado que o país liberaria 6.520 prisioneiros em uma anistia nesta terça-feira. O presidente Win Myint perdoou milhares de prisioneiros em duas anistias em massa no mês passado.

    Mais:

    Policial bate em correspondente da Sputnik nos protestos de Paris no Dia do Trabalhador
    Jornalista mexicano é morto a tiros
    Jornalista moçambicano é preso e acusado de espionagem
    Jornalista da Sputnik é ferido ao cobrir manifestação contra mudança de nome da Macedônia
    Ucrânia nega acesso consular ao jornalista russo Vyshinsky
    Tags:
    rohingya, Reuters, Kyaw Soe Oo, Wa Lone, Win Myint, Yangon, Mianmar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar