11:09 13 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    IPhone (imagem referencial)

    Como enganar Apple em um milhão de dólares? Confira 'sabedoria' chinesa

    © Foto / Pixabay
    Sociedade
    URL curta
    6101
    Nos siga no

    O serviço de controlo aduaneiro dos EUA revelou um esquema pelo qual dois estudantes da China conseguiram enganar a Apple em US$ 900.000 (quase R$ 3,5 milhões), informa o portal NPR.

    De abril de 2017 a março de 2018, Yangyang Zhou e Quan Jiang, estudantes de Portland, cidade no noroeste dos EUA, levaram 3.059 celulares iPhone falsificados, recebidos de parentes e amigos na China, para os centros de assistência da Apple. Os celulares eram enviados para diferentes endereços, então os golpistas os entregavam para reparação usando nomes fictícios.

    Em cerca de metade dos casos, os falsificados foram substituídos por iPhones originais novos. Os estudantes depois os vendiam para a China. No total, eles conseguiram vender 1.493 telefones, outras 1.576 tentativas de troca foram rejeitadas pelos centros de assistência.

    Note-se que os funcionários aduaneiros detectaram o rasto dos fraudadores depois de eles terem recebido em seus nomes seis pacotes consecutivos com celulares falsos. Durante a busca no apartamento deles foram encontrados mais de 300 celulares.

    Um dos estudantes foi acusado de tráfico de mercadorias falsificadas e fraude, enquanto o outro foi acusado de fornecer informações falsas na declaração de exportação. Os réus negaram sua culpa quando prestaram depoimento.

    Mais:

    Ladrão arromba banca de jornal e rouba 15 mil figurinhas da Copa
    Ladrão deixa Audi e se lança no rio cheio de crocodilos para fugir da polícia (VÍDEO)
    Americano rouba píton de 1,2 metro escondendo-a nas calças
    Tags:
    estudante, fraude, iPhone, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar