04:35 17 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Polícia bloqueia rua perto da mesquita de Linwood, em Christchurch, Nova Zelândia, após tiroteio

    Nova Zelândia impõe novas restrições à venda de armas

    © AP Photo / Mark Baker
    Sociedade
    URL curta
    201

    A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou nesta quinta-feira, horário local, a suspensão do comércio de todos os rifles de assalto e armas semiautomáticas de estilo militar no país, em resposta ao ataque terrorista da última semana.

    "Estou anunciando que a Nova Zelândia proibirá todas as armas semiautomáticas de estilo militar. Também proibiremos todos os fuzis de assalto", disse Ardern, informando sobre medidas provisórias para impedir uma corrida às compras de armas antes que a nova legislação entre em vigor.

    De acordo com a premiê, além das armas em questão, também serão proibidos componentes utilizados nesse tipo de armamento.

    "Em suma, todas as armas semiautomáticas usadas no ataque terrorista de sexta-feira serão proibidas neste país", disse ela.

    Na manhã do último dia 15, um terrorista australiano de extrema direita abriu fogo contra duas mesquitas da cidade neozelandesa de Christchurch, matando ao menos 50 pessoas e deixando outras dezena de feridos. Segundo investigadores, ele pretendia realizar ainda mais um ataque, em um distrito vizinho, mas foi detido pela polícia cerca de 20 minutos depois da primeira chamada de emergência.

    Mais:

    Polícia descobre mais uma vítima do massacre na Nova Zelândia
    Premiê da Nova Zelândia promete mudar lei sobre armas após atentados contra mesquitas
    Chancelaria: 4 palestinos mortos e 6 feridos no tiroteio na Nova Zelândia
    Erdogan: Suspeito de cometer atentado na Nova Zelândia visitou a Turquia duas vezes
    Polícia fecha hospital na Nova Zelândia após receber ameaça
    'Brasil condena totalmente essa crueldade', diz Bolsonaro após ataques na Nova Zelândia
    Tags:
    terrorismo, ataque, rifle, fuzil, armamento, armas, Jacinda Ardern, Wellington, Christchurch, Nova Zelândia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar