09:35 18 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Daniel Boaventura, cantor brasileiro, durante show no Teatro Metropolitan, na Cidade do México

    Após conquistar coração do México, Daniel Boaventura grava novo álbum ao vivo na Rússia

    © Foto : Alberto Lemus
    Sociedade
    URL curta
    160

    Há quase 10 anos, o ator brasileiro Daniel Boaventura decidiu ir atrás de seu grande sonho e se dedicar à carreira de cantor. Após alcançar um imenso sucesso no Brasil e no México, o célebre cantor foi à Rússia para gravar seu DVD e se apresentar diante do público de Moscou.

    O quarto DVD de Boaventura, que será lançado em maio de 2019, foi gravado ao vivo nos dias 17 e 18 de dezembro na Casa Internacional da Música de Moscou. O concerto foi acompanhado por mais de 60 músicos da Filarmônica Russa, a orquestra oficial da cidade de Moscou.

    Na véspera de sua grande estreia diante do público russo, Daniel falou em uma entrevista exclusiva à Sputnik Mundo sobre sua relação com o país e as expectativas de seus shows.

    Daniel Boaventura, cantor e ator brasileiro
    © Foto : Alberto Lemus
    Daniel Boaventura, cantor e ator brasileiro

    Perguntado sobre como surgiu a ideia de gravar um DVD na Rússia, Boaventura respondeu que foi através de um convite da Russian Philharmonic (Filarmônica Russa).

    "Fiquei muito feliz com isso, nós ficamos surpresos. Isso com certeza foi o resultado do trabalho que a gente tem feito, agora com essa nova entrada no mercado internacional, com a aceitação tão positiva do México", falou o cantor.

    Sendo essa a primeira vez do cantor na Rússia, ele ressalta que gosta muito do cinema e da cultura russa, considerando ambos fantásticos.

    "Ter essa oportunidade de conhecer Moscou finalmente está sendo sublime, é uma cidade que não tem nem como expressar. Até o metrô é lindo. Depois nós fomos para a Praça Vermelha rapidamente ver o Kremlin, a Catedral de São Basílio. É impressionante. Além disso, o povo é hospitaleiro e feliz", respondeu Boaventura.

    Quando questionado sobre as expectativas referentes à sua vinda para a Rússia, o cantor conta uma breve história sobre a prestatividade que recebeu de um russo que mal conhecia, ressaltando como "ele foi solícito em não poupar esforços para dar informações."

    "Se o povo russo for assim, é uma maravilha. Eu sempre ouvi falar muito bem, principalmente da relação dos russos com os brasileiros. Mas chegando aqui, foi melhor do que eu pude esperar", enunciou o ator.

    Quanto às expectativas para se apresentar para o público estrangeiro, o cantor afirma que será "um mistério completo", pois na Rússia ele e sua equipe "estão navegando por mares nunca antes navegados". O cantor aproveita para declarar sua ânsia de ensaiar com músicos russos, ressaltando que "adora a música clássica, como Tchaikovsky e Shostakovich, que são compositores que ouvia bastante na adolescência e infância graças ao pai".

    Cantor e ator brasileiro, Daniel Boaventura, durante apresentação
    © Foto : Alberto Lemus
    Cantor e ator brasileiro, Daniel Boaventura, durante apresentação

    "Eu queria muito ouvir a escola russa de música, e fiquei impressionado com o grau de afinação e mais uma vez a receptividade e a tranquilidade. Então se o público também tiver essa vibe boa, vai ser ótimo", declarou.

    Durante a entrevista, Boaventura antecipou que iria cantar em sua apresentação uma música em russo, chamada "Ya lublu tebya do slez" ("Te amo até as lágrimas") que ele particularmente considera uma canção viril e forte e, ao cantá-la, sentiu-se bem e teve uma sensação semelhantemente à que havia sentido quando fazia aulas de canto lírico na juventude com seu "saudoso professor Benito Maresca", ou seja, uma "mistura de romantismo e força".

    "Trazer esse elemento novo para meu show, era algo que eu estava louco para fazer e agora surgiu a oportunidade graças a essa música."

    "Eu queria enfatizar que estou realmente muito feliz de estar aqui. Esse é um país de uma força ímpar. Um país que resistiu, que tem uma pujança cultural ainda, creio eu, não totalmente descoberta pelo mundo ocidental, e uma beleza fora do sério. Estou realmente muito feliz e orgulhoso de estar aqui", destaca Daniel em meio à entrevista.

    Já a relação com o México, o cantor brasileiro diz que começou devido a um diretor da Sony Music México, que gostou muito de seu primeiro DVD e decidiu lançá-lo no país e, em poucos dias, as vendas foram recordes, dando início à sua relação com o México.

    "Fui ao México três vezes em 2015, sempre com casas lotadas. Um público extremamente receptivo e caloroso, que se comportava de maneira muito similar ao público brasileiro, de cantar junto, ficar em pé e dançar no meio do show. Eu me apaixonei pelo país. Acho que o México é um país que tem muito a ver com o Brasil, mas que ainda não é tão valorizado quanto merece. Que povo mais caloroso e também participativo e prestativo. Senti algo similar com os russos, apesar do pouco tempo aqui."

    Cantor brasileiro Daniel Boaventura em seu show no Teatro Metropolitan, na Cidade do México
    © Foto : Alberto Lemus
    Cantor brasileiro Daniel Boaventura em seu show no Teatro Metropolitan, na Cidade do México

    Boaventura destaca o resultado do seu trabalho no país hispano-americano, contando que um de seus DVDs foi gravado em um show que ocorreu poucos dias após os terríveis terremotos que alastraram no México em outubro de 2017. Ele adiciona que a equipe não sabia qual seria o resultado, pois muitos artistas famosos locais haviam cancelado os shows.

    "Decidimos fazer o show, pois tínhamos que fazer um show para animar, mostrar o lado positivo da vida e estar do lado do povo mexicano, que tanto me abrigou e me fez feliz", confessou.

    "E a reposta foi essa: o show estava lotado, nós lotamos a casa com mais de 3 mil pessoas. Foi o trabalho mais marcante da minha vida […] E esse foi um DVD tão especial que refletiu nas vendas. O DVD 'En Vivo En México' ficou mais de quatro meses em primeiro lugar de vendas na categoria Anglo-México. Eu não sei como agradecer até hoje a receptividade do público mexicano. E a minha relação só cresceu."

    A entrevista conclui com a promessa do prestigiado cantor Daniel de incluir mais apresentações em sua agenda na Rússia.

    Mais:

    Em exclusiva à Sputnik, Hulk partilha sua expectativa para Copa 2018
    Exclusiva: eterna Miss Bumbum conta tudo para Sputnik
    Exclusiva – Frei Betto: 'Meu amigo Fidel Castro'
    Tags:
    músico, cantor, atores, gravação, música clássica, brasileiro, Tchaikovsky, México, Moscou, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar