16:13 12 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Poluição do ar

    OMS: poluição acima do recomendável afeta 93% das crianças

    CC0 / Pixabay
    Sociedade
    URL curta
    120

    Segundo Organização Mundial de Saúde (OMS), 93% das crianças e adolescentes respiram ar com nível de partículas finas acima do que é considerado recomendável para a saúde, informou Agência Brasil.

    Na Ásia, na África e nos países de renda média e baixa a situação é mais grave, revela o relatório do órgão internacional, publicado nesta segunda-feira.

    O documento foi divulgado por ocasião da Primeira Conferência Global da Organização Mundial de Saúde sobre Poluição do Ar e Saúde, que começa na Suíça nesta terça-feira. 

    Nos países com renda baixa e média, 98% dos menores de 5 anos são expostos a níveis maiores do que é recomendado para a saúde. Nos países de renda elevada, o percentual é de 52%.

    Na África e no Mediterrâneo Oriental, 100% das crianças com menos de 5 anos estão expostas a níveis acima do recomendável.

    No continente americano, países de renda baixa e média, como o Brasil, expõem 87% das crianças menores de 5 anos a esses níveis de partículas finas.

    No Brasil, a OMS estima que 50 mil pessoas morrem por ano de doenças relacionadas à poluição do ar. Quase 10% da população do país ainda queima madeira para cozinhar, o que contribui para a exposição à poluição.

    Além da poluição das grandes cidades, partículas poluente geradas dentro de próprias casas, provocadas pela queima de combustíveis como carvão e querosene, afetam pelo menos 3 bilhões de pessoas ao redor do globo.

    Segundo OMS, essa exposição resultou em 3,8 milhões de mortes prematuras em todo o mundo, o que supera a mortalidade causada por malária, tuberculose e Aids combinadas.

    Mais:

    Poluição mata mais que guerras, desastres naturais e fome
    OMS para os EUA: 'Vocês estão completamente errados quanto à maconha'
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik