16:56 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Tubarão-branco (imagem ilustrativa)

    Há uma 'cafeteria' de tubarões escondida no meio do Pacífico (FOTOS)

    CC0 / Pixabay
    Sociedade
    URL curta
    110

    Em uma expedição no oceano Pacífico, um grupo de biólogos marinhos estadunidenses achou uma "cafeteria de tubarões"... O que exatamente há nessa zona misteriosa?

    Predadores marinhos migram para a zona — localizada entre a costa da Baixa Califórnia e o arquipélago do Havaí — no inverno.

    Mas o que esconde esse fenômeno que está enchendo biólogos marinhos internacionais de perguntas?

    De acordo com pesquisadores da Universidade de Stanford e dе Monterey Bay Aquarium, esta área é habitada por uma vasta comunidade de pequenas criaturas sensíveis à luz, incluindo peixes, fitoplânctons e águas-vivas, que são "iguarias" para enormes tubarões-brancos.

    "Esta área é de vital importância", revelou um dos autores do estudo, Salvador Jorgensen, acrescentando que "há uma vida secreta lá".

    Foi a bióloga marinha Barbara Block, da Universidade de Stanford, que começou a estudar tubarões-brancos locais há 14 anos. Durante sua pesquisa, ela concluiu que, em dezembro, esses animais marinhos deixam águas ricas em comida na costa oeste para passar a primavera e maior parte do verão em uma zona enigmática. A área em questão é do tamanho do estado do Colorado e, segundo a pesquisadora, é mais parecida com um "deserto oceânico".

    ​Como Block ainda sabe se os predadores vão para lá para se reproduzir ou se alimentar, chamou a área de "cafeteria dos tubarões".

    No entanto, uma expedição conjunta com o Instituto Oceânico Schmidt concluiu que, na realidade, tratava-se de uma "caça ao tesouro". Além disso, os cientistas perceberam que os tubarões machos subiam e desciam nas águas umas 140 vezes por dia, enquanto as fêmeas continuavam com seu comportamento habitual.

    ​Isso é tão legal. Há uma pequena cafeteria para enormes tubarões-brancos no meio do oceano Pacífico, entre nós, a Baixa Califórnia e o Havaí.

    "Ou eles comem algo diferente ou tem algo a ver com o ritual de acasalamento", sugeriu Jorgensen.

    O pesquisador acrescentou que os tubarões "perseguem presas dia e noite, como um jogo de esconde-esconde".

    Mais:

    Cara a cara com pesadelo: turista com fobia de tubarões é quase 'sugado' por um (VÍDEO)
    Asteroide-assassino causou extinção maciça de tubarões gigantescos
    França é culpada pela propagação de tubarões que estão devorando surfistas?
    Encontro com tubarão: onde frequentemente acontece e como sobreviver?
    Já ouviu falar em tubarão girino? Espécie enigmática é analisada mais detalhadamente
    Tags:
    café, sexo, alimentação, migração, tubarões, Havaí, Califórnia, oceano Pacífico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik