08:35 16 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Estádio Luzhniki, palco da abertura e da final da Copa de 2018

    Rússia deve receber 100 mil chineses durante a Copa do Mundo

    © Sputnik / Рамиль Ситдиков
    Sociedade
    URL curta
    0 30

    Cerca de 100 mil chineses pretendem visitar a Rússia durante o período da Copa do Mundo, segundo informaram agências de turismo do país ao Global Times.

    Entre esses visitantes, estará a enviada especial da presidência e vice-primeira-ministra Sun Chunlan, que participará da cerimônia de abertura no estádio Luzhniki, em Moscou, no próximo dia 14. 

    "A enviada especial do presidente Xi Jinping e vice-premiê Sun Chunlan irá viajar para a Rússia para participar da cerimônia de abertura da Copa do Mundo FIFA 2018."

    De janeiro a julho, o número de reservas de serviços de viagens russas na plataforma de viagens lvmama.com aumentou 50% em comparação com o mesmo período do ano passado, disse Wang Huabei, gerente de relações públicas da plataforma, ao Global Times.

    Apesar do entusiasmo dos chineses, a China não disputará o Mundial da FIFA de 2018, já que sua seleção não conseguiu se classificar nas eliminatórias. A Ásia será representada na Rússia por Japão, Coreia do Sul, Irã, Arábia Saudita e Austrália (que não disputa as eliminatórias da Oceania, mas, sim, as asiáticas).  

    Mais:

    'Decime qué se siente': Argentina deve ter torcida maior do que Brasil na Rússia
    Tartaristão pretende oferecer '1.000 e 1 prazeres' aos visitantes da Copa
    Tags:
    turismo, futebol, Copa do Mundo, FIFA, Sun Chunlan, Moscou, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik