02:30 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Base de pesquisas russa Vostok na Antártida nas proximidades do Polo Sul

    Rússia hasteará sua bandeira no Polo Sul, diz aventureiro e explorador polar

    © Sputnik / V. Chistiakov
    Sociedade
    URL curta
    1100

    O explorador polar Dmitry Shparo foi primeiro homem a pisar no Polo Norte em esquis em 1979, organizou o clube Adventure e realizou expedições ao Ártico para adolescentes e deficientes. Falando com a Sputnik, ele revelou como "curar" a dependência da Internet e por que a Rússia hasteará sua bandeira no Polo Sul em 2019.

    Shapro afirmou que as expedições do clube Adventure têm um caráter esportivo e educativo. Em 2008 o seu filho Matvei Shparo junto com o aventureiro Boris Smolin realizaram a primeira expedição de jovens ao Polo Norte. A expedição foi bem sucedida. Em 2014, quando foi realizada a oitava expedição juvenil, dela participaram adolescentes de orfanatos e escolas especiais.

    Nós últimos anos foram realizadas várias expedições de jovens, com a participação dos vencedores de concursos intelectuais e alunos de escolas militares. O clube planeja continuar realizando expedições para a juventude de toda a Rússia. 

    Quanto à preparação para expedições tão difíceis, desde 2000 o clube tem um campo, chamado Grande Aventura, na república setentrional russa da Carélia e, antes de rumarem ao Polo Norte, todos os participantes passam por um processo de seleção. No campo, os adolescentes podem participar de caminhadas, corridas de bicicletas, passeios de esqui e outras atividades. 

    O campo é um lugar muito útil para os adolescentes, que hoje em dia passam pouco tempo ao ar livre ou se encontrando com seus colegas. Em vez disso, eles preferem a Internet. O clube publicou um livro "Grande Aventura Fora da Internet" que reflete a filosofia do campo, explicou Shparo.

    Quanto aos seus planos para o futuro, o explorador declarou que o objetivo principal é organizar expedições que ninguém nunca antes organizou.

    Entre elas, uma expedição do litoral da Antártida ao Polo Sul. A equipe, formada por três pessoas, dois esquiadores e uma pessoa com deficiência, que se desloca em uma cadeira-trenó usando apenas a força dos braços e bastões de esqui. Esse homem se tornará o primeiro a atingir o Polo Norte apenas com a força de seus braços. 

    "Em 2000 já organizamos uma aventura semelhante, quando o meu filho Matvei e uma pessoa em cadeira de rodas, Igor Kuznetsov, atravessaram a Gronelândia", revelou ele. 

    Os exploradores do clube planejam chegar à Antártida e hastear a bandeira da Rússia ao lado da Estação Polo Sul Amundsen-Scott dos EUA, em 7 de janeiro.

    "Os êxitos das pessoas deficientes são mais importantes que os das pessoas saudáveis – é a nossa filosofia", concluiu Shparo.

    Mais:

    'Algum dia todos os brasileiros vão poder usar polo Ralph Lauren', disse João Doria
    Previsão do tempo: Chuva de paraquedistas russos no Polo Norte
    Tags:
    expedição, aventura, Polo Norte, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik