13:39 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Um homem invisível

    'Os invisíveis': 1 em cada 7 habitantes da Terra não existe oficialmente

    CC BY 2.0 / Maurits Verbiest / O homem invisível
    Sociedade
    URL curta
    0 20

    Afinal há 1 bilhão de pessoas no planeta que oficialmente não têm identidade.

    Segundo o relatório do Banco Mundial recentemente divulgado, há 1 bilhão de pessoas no planeta que oficialmente não têm identidade, ou seja, um em cada sete habitantes do mundo oficialmente não existe.

    Trata-se principalmente de habitantes da África e Ásia. Mais de uma terça parte dos "invisíveis" são menores de 18 anos, revela o projeto da iniciativa Identification for Development (ID4D), (Identificação para o Desenvolvimento).

    De acordo com o NDTV, a maioria são crianças vulneráveis à violência cujo nascimento não foi registrado. O problema é particularmente agudo em zonas afetadas pela pobreza, discriminação, epidemias ou conflitos armados.

    O programa do Banco Mundial prevê diminuir o número de pessoas não identificadas. Segundo o seu relatório, "quando as pessoas têm identificação formal e quando os sistemas de identificação funcionam bem, as pessoas têm acesso aos serviços necessários".

    Além disso, o documente indica que o problema tem impacto ao nível nacional, pois quando a população está identificada "os governos funcionam melhor, utilizam os recursos de maneira mais eficaz e melhoram suas estatísticas para usá-las em suas políticas futuras".

    Mais:

    Como a China pode ajudar 389 milhões de africanos que vivem abaixo da linha da pobreza?
    Trapalhada: 'Pobreza é um estado mental', diz secretário de Trump
    Armas vs comida: pobreza na Ucrânia leva à intoxicação em massa
    Mísseis para os pobres: quem o país mais fechado no mundo arma e para quê
    FMI: conta do aquecimento global será mais salgada para países pobres
    Vem aí mais um partido: Frente Favela Brasil quer falar pelos pobres e negros do Brasil
    Tags:
    identidade, nacional, Estado, pobreza, identificação, violência, Banco Mundial, Ásia, África
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik