01:20 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    192
    Nos siga no

    Um antigo mosteiro da Alemanha, com quase nove séculos de atividades, está prestes a fechar suas portas, devido a problemas financeiros e à escassez de monges.

    À medida que a Igreja Católica vê declinar significativamente o seu número de fiéis, também são cada vez mais raros os casos daqueles que querem dedicar suas vidas à vocação religiosa, conforme definido pela Santa Sé, resultando no abandono de comunidades, estruturas históricas e de um modo de vida bastante peculiar.

    Nesse contexto, a abadia cisterciense de Himmerod deve encerrar suas operações em janeiro de 2018, após 883 anos. O anúncio foi feito pela Congregação de Mehrerau, um grupo global de monastérios cistercienses com sede em Salzburg, na Áustria. De acordo com o responsável pelo mosteiro de Himmerod, o abade Johannes, os monges que se encontram atualmente no local, sete ao todo, contando com ele, deverão ser transferidos para outras instituições.

    "Himmerod continuará sendo um lugar espiritual", afirmou o abade, citado pelo Turkey Telegraph. "Estou certo de que as pessoas continuarão vindo aqui". 

    Mais:

    Líder da Igreja Católica na Alemanha defende redução do número de refugiados
    Tags:
    Himmerod, Santa Sé, Igreja Católica, Salzburg, Áustria, Vaticano, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar