18:37 19 Junho 2019
Ouvir Rádio
    CUT e CTB

    Greve Geral: resultados parciais positivos, segundo CUT-RJ

    Agência Brasil
    Sociedade
    URL curta
    593

    A CUT-RJ avalia como positiva a adesão dos sindicatos e da população à Greve Geral desta sexta-feria, 30 de junho.

    Essa foi a opinião de Jadir Batista, da coordenação da CUT-RJ, que conversou com Sputnik Brasil sobre o andamento da greve contra as reformas trabalhista e da Previdência do governo de Michel Temer.

    "Várias categorias, tirando as da área de transporte, realizaram paralisações e atividades. Desde de manhã. Os funcionários do governo do estado estão parados, os bancários estão em greve permanente, e os petroleiros também fizeram atividades. Para nós, no Rio de Janeiro, foi positivo", afirmou Jadir Batista.

    Ao comentar a baixa adesão do setor de transportes, o sindicalista evitou criticar os colegas.

    "Não dá para culpar só os trabalhadores da área de transportes. Porque o prazo para trabalhar essa greve geral foi muito curto. O período foi muito curto e a pressão foi muito grande", disse o representante da CUT. 

    Segundo ele, no entanto, a greve e atos de rua são necessários para combater a conjuntura atual no país e mesmo as medidas adotadas por empresas em tempos de crise econômica.

    "Em função dessas demissões nos últimos meses, com 14 milhões de demitidos, uma recessão grande, ou você faz um trancasso, ou você não faz um movimento", afirmou Batista à Sputnik.

    Mais:

    Centrais sindicais intensificam articulações para a greve geral de sexta-feira
    Adesão à convocação de greve geral surpreende sindicalistas
    Temer: Com ou sem greve, reformas prosseguirão no Brasil
    Tags:
    greve geral, Central Única dos Trabalhadores (CUT), CUT-RJ, Jadir Batista, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar