18:23 18 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Cobra cascavel

    Obsessão por sexo pode acabar com essa espécie de cobra (VÍDEO)

    © AFP 2018 / YURI CORTEZ
    Sociedade
    URL curta
    1106

    Conheça as cobras jarreteiras, ou Thamnophis sirtalis, cujos machos são tão obcecados por sexo que gastam toda a sua energia na reprodução. Vivem pouco, mas vivem prazerosamente.

    Um estudo, realizado por cientistas australianos da Universidade de Sidney e publicado na revista Proceedings of the Royal Society B, mostrou que a peculiar obsessão por sexo faz com que os machos desta espécie de cobra envelheçam mais rápido do que as fêmeas e apresentem péssimas condições físicas.

    Os machos desta espécie de cobra, ao contrário das fêmeas, chegam a dedicar semanas em maratonas de acasalamento sem comer. Isto contribui para que o organismo dos mesmos seja incapaz de reparar o dano celular provocado pelo cansaço e o período prévio de hibernação.

    Como consequência, os machos vivem menos do que as fêmeas, que só investem — no máximo — dois dias no processo de reprodução.

    As serpentes em questão podem ser encontradas, principalmente, na América do Norte.

    Mais:

    Beijo mortal: serpente morde turista na Índia em pleno espetáculo
    Serpentes a bordo: Cobra solta em avião assusta passageiros no Alasca (FOTOS)
    Tarântula devora cobra de quase meio metro (IMAGENS)
    Tags:
    cobras, serpentes, sexo, América do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik