07:12 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Uma mulher em un restaurante (imagem referencial)

    'Não são bem-vindas': restaurante espanhol se recusa a servir mulheres por serem russas

    © Foto: Unsplash
    Sociedade
    URL curta
    44334

    O restaurante Sagardi, situado na capital da Espanha, se recusou a atender 100 mulheres do clube feminino "Bom dia, Madri!" (¡Buenos días, Madrid!) só por serem de ascendência russa, informou em sua conta no Facebook a presidente da organização, Anastasiya Samotorova.

    De acordo com a mulher, o clube se costuma reunir periodicamente. Desta vez, fizeram uma reserva no restaurante Sagardi. No entanto, alguns dias antes do evento, Anastasiya recebeu um telefonema do gerente do restaurante informando-a que "o restaurante não pode receber famílias russas, uma vez que não correspondem ao conceito do restaurante, assim que não são bem-vindas".

    "Pela primeira vez em 5 anos de vida na Espanha, eu me senti como uma pessoa de pele negra na época do apartheid. Nunca havia me sentido tão humilhada", disse a presidente do clube.

    Além disso, Samotorova acrescentou que já foi à polícia e apresentou queixa por discriminação.

    Por sua parte, o proprietário do Grupo Sagardi, Iñaki Viñaspre, telefonou a Samotorova para pedir desculpas pelo comportamento e declarações de seu empregado. Mas o clube se recusou categoricamente a aceitar as desculpas e realizou o encontro em outro lugar.

    "Da parte do Grupo Sagardi queremos deixar claro que não só não discriminamos um cliente por motivos de raça, credo ou nacionalidade, como somos há mais de 22 anos um grupo de cozinheiros de origem basca, amante das tradições, das culturas, da diversidade e internacionalmente reconhecido, o qual conta com inúmeros clientes e amigos, também de origem russa, em muitos de nossos restaurantes localizados em grandes cidades como Madri, Barcelona, Londres, México, Porto e Buenos Aires", afirmou a gerência do restaurante na sua página de Facebook.

    Mais:

    Mulheres comandam cada vez mais lares brasileiros
    Cultura feminista: 6 dicas para ler, ver, pensar e rir na internet brasileira
    Ódio é nova tolerância: ídolo feminista deseja a morte de idosos que votaram em Trump
    Moças-assassinas: no México, cada vez mais mulheres sicárias chefiam narcocartéis
    Tags:
    restaurante, discriminação, mulheres, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik