17:43 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    A explosão no aeroporto de Cabul da segunda-feira continua série de atentados sangrentos na capital afegã

    Quem é o verdadeiro responsável pela crise no Afeganistão?

    © AFP 2017/ SHAH MARAI
    Sociedade
    URL curta
    11989100

    Os cidadãos do Afeganistão estão convencidos que são Washington e OTAN quem tem culpa do que acontece no país, como indicou o ex-governador da província de Herat à Sputnik.

    Os militares norte-americanos e forças da OTAN, que iniciaram a luta contra o terrorismo em Afeganistão, são considerados como os responsáveis pela crise atual, comunicou à Sputnik Árabe ex-governador da província de Herat Muhammad Yunus Fakur.

    "A guerra no nosso país já se trava há muito tempo, mas nenhuma província ainda viu a paz. Além disso, a produção de drogas e contrabando delas não se reduziram e em várias regiões a produção de opiláceos aumentou consideravelmente. O povo afegão tem certeza que a culpa é dos EUA e da OTAN, seja porque não são capazes de acabar com tudo isso, seja por não terem esses objetivos", acrescentou o ex-governador.

    Ao mesmo tempo, segundo ele é impossível corrigir tudo retirando as forças dos EUA e da OTAN do território de Afeganistão.

    "Nós assinamos o Acordo de Segurança com os EUA, segundo o qual os contingentes militares norte-americanos e da OTAN têm o direito se encontrar no território do Afeganistão", precisou Fakur.

    Entretanto, os EUA planejam o deslocamento de tropas suplementares para o Afeganistão.

    Mais:

    Afeganistão avisou EUA sobre ataque eminente à sua base
    Tribunal Penal Internacional: CIA e exército dos EUA praticaram tortura no Afeganistão
    Tags:
    crise, acordo, forças, drogas, terrorismo, luta, militares, situação, OTAN, Oriente Médio, EUA, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik