22:10 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Corpos dos mortos no acidente com o avião do Chapecoense são embarcados em avião da FAB com destino ao Brasil

    Prefeito de Chapecó em Medellín: 'Vieram com um sonho e voltam como uma lenda'

    Policia de Antioquia
    Sociedade
    URL curta
    Queda do avião com Chapecoense (73)
    110
    Nos siga no

    O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, explica os preparativos para a viagem de volta ao Brasil dos corpos das vítimas da tragédia da Chapecoense.

    Segundo o Prefeito Luciano Buligon, a viagem terá início às 19h (de Brasília), com previsão de chegada a Manaus após quatro a cinco horas de voo. Depois dessa escala técnica, os aviões que trazem as autoridades brasileiras e os corpos dos jogadores da Chapecoense vítimas da tragédia deverão chegar a Chapecó por volta das 7h da manhã do sábado. Depois de desembarcados os corpos, haverá uma recepção por parte do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e a homenagem do Presidente Michel Temer às vítimas. Feita a cerimônia, os corpos serão levados à Arena Condá, onde terá início o velório coletivo das vítimas.

    "Estou me deslocando agora para o Instituto Médico Legal de Medellín, de onde sairemos com os corpos para a Base Aérea", explica o prefeito de Chapecó. "Às 19h, horário de Brasília, devemos decolar com o primeiro avião Hércules com destino a Manaus – serão três aviões Hércules que irão transportar os corpos. Chegando a Manaus, um voo de aproximadamente quatro horas e meia, estaremos nos deslocando para Chapecó. A previsão de chegada na cidade é entre 7h30min e 8h, e seremos recepcionados pelo governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e também pelo Presidente Michel Temer. Haverá uma homenagem militar ainda no aeroporto de Chapecó, e em seguida nos deslocaremos para o velório, que será realizado na Arena Condá. Isso tudo está sendo organizado pela Prefeitura, a Polícia Militar, o Governo do Estado e a Defesa Civil, e a partir de sábado de manhã faremos o velório coletivo dos atletas, dos componentes da direção da Chape e também dos jornalistas que estavam no voo. A expectativa é de que isso aconteça durante todo o sábado."

    O Prefeito Luciano Buligon afirma que "é importante dizer que aqui na Colômbia tivemos o apoio diário e constante da Prefeitura de Medellín, do Departamento de Estado da Antioquia, das autoridades médicas, dos bombeiros, da Defesa Civil, da Polícia, e isso nos ajudou a agilizar muito, num tempo até surpreendente".

    "Todos os corpos foram identificados, embalsamados e estão nos caixões. Neste momento já passamos dessa fase, e agora é tão-somente levá-los para que confortem minimamente suas famílias e para que Chapecó e o Brasil possam se despedir desses guerreiros que vieram aqui para Medellín com um sonho e estão voltando como uma lenda."

    Sobre o estado de saúde dos sobreviventes, o Prefeito Luciano Buligon diz que "o quadro clínico dos sobreviventes ainda continua grave, mas eles vão, a cada dia, para uma recuperação. Isso nos traz uma alegria no sentido de que efetivamente os nossos três atletas e o jornalista Rafael Henzel também possam voltar ao convívio de todos nós, com saúde plena, dentro de poucos dias".

    Tema:
    Queda do avião com Chapecoense (73)

    Mais:

    Plano de voo da Chapecoense estava errado desde o início
    Autoridades colombianas investigam por que avião da Chapecoense estava sem combustível
    Bolívia suspende licença de voos da LaMia após acidente da Chapecoense
    Sem combustível: revelada a causa do acidente aéreo com Chapecoense
    Tags:
    enterro, velório, homenagem, acidente aéreo, tragédia, Defesa Civil, Michel Temer, Chapecó, Medellín, Manaus, Colômbia, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar