06:03 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Flores e brinquedos perto da embaixada russa em homenagem às vítimas do acidente aéreo, Bishkek, Quirguistão, 1 de novembro de 2015

    Casos mais conhecidos de morte de equipes esportivas em acidentes aéreos

    © Sputnik / Tabyldy Kadyrbekov
    Sociedade
    URL curta
    Queda do avião com Chapecoense (73)
    0 30

    Todo o mundo está consternado com a queda na Colômbia de um avião com 81 pessoas a bordo. No avião seguiam os jogadores de futebol brasileiros da equipe Chapecoense, informa o portal da internet Goal.

    A Sputnik lembra outros casos conhecidos de acidentes aéreos com equipes esportivas a bordo

    Em 7 de setembro de 2011, um avião Yak-42, da companha aérea Yak Service, caiu durante a descolagem no aeroporto de Tanusha na região de Yaroslavl (Rússia). No avião seguia a equipe de hóquei Lokomotiv (de Yaroslavl), que voava para um jogo em Minsk. Duas das 45 pessoas que estavam a bordo foram salvas.

    Em 15 de julho de 2009, no noroeste do Irã caiu um avião Tu-154M da empresa iraniana Caspian Airlines, que fazia um voo de Teerã para Erevan. A equipe iraniana juvenil de judô estava a bordo. Os esportistas voavam para a Armênia para treinos, depois eles iriam seguir para a Hungria para participar em competições. Todas as 168 pessoas que estavam a bordo morreram.

    Em 24 de agosto de 2008, no Quirguistão caiu um Boeing-737, que fazia o voo de Bishkek a Teerã. Na aeronave seguiam, entre outros,  17 membros da equipe de voleibol nacional juvenil do Irã, dez dos quais morreram. Das 90 pessoas que iam no avião, 25 conseguiram salvar-se.

    Em 27 de abril de 1993, perto do Gabão (África), um avião DHC-5 Buffalo que transportava membros da equipa de futebol da Zâmbia caiu no mar por causa de problemas no motor. No total, 30 pessoas morreram, incluindo 18 jogadores de futebol.

    Em 7 de junho de 1989, no aeroporto da capital do Suriname, Paramaribo (América do Sul), houve um acidente aéreo envolvendo um avião de série DC-8-60, matando 23 futebolista holandeses de origem surinamesa que estavam a bordo. Ao todo, morreram 176 pessoas (187 passageiros e tripulantes).

    Em 14 de março de 1980, um acidente aéreo com um avião polonês Il-62 perto de Varsóvia (Polónia) matou 22 membros da seleção nacional de boxe dos EUA.

    Em 11 de agosto de 1979, sobre a cidade de Dniprodzerzhynsk (Ucrânia), um avião Tu-134, que voava de Tashkent a Minsk, colidiu com outro avião, voando de Cheliabinsk para Chisinau. O acidente provocou 178 vítimas mortais (165 passageiros e 13 tripulantes), incluindo 17 membros da equipa de futebol Pakhtakor do Uzbequistão. A equipe viajava para Minsk para o jogo com a equipe local Dínamo.

    Em 29 de novembro de 1975, em outro acidente aéreo provocou a morte da equipe de pilotos de Fórmula 1 Embassy Racing de Graham Hil. O avião de seis lugares Piper Aztec, que transportava a equipe de pilotos de França a Londres, caiu e pegou fogo na aterragem.

    Em 3 de abril de 1961, houve mais um acidente aéreo com um avião Douglas C-47A na Cordilheira do Chile. A catástrofe resultou na morte de todos os que seguiam a bordo – a equipe de futebol chilena Green Cross e os membros da tripulação (24 pessoas).

    Em 15 de fevereiro de 1961, um avião Boeing-707 da companhia Sabena, que estava voando de Nova York para Bruxelas, caiu ao aterrissar. Todos os que estavam a bordo (72 pessoas) morreram, bem como uma pessoa em terra. O acidente matou a equipe dos EUA da patinação artística (34 esportistas e treinador), que se dirigia para o Campeonato Mundial em Praga (Tchecoslováquia). O Campeonato Mundial de Patinação em 1961 foi cancelado em sinal de pesar para com as vítimas.

    Em 6 de fevereiro de 1958, no aeroporto de Munique (Alemanha) ao tentar decolar, caiu um avião onde viajavam os jogadores da equipe inglesa Manchester United. O acidente matou as 23 pessoas que estavam a bordo, incluindo 8 esportistas, o treinador, o secretário da equipe, um dos diretores da Manchester United e oito correspondentes esportivos.

    Em 4 de maio de 1949, um acidente aéreo perto de Turim (Itália) resultou na morte de toda a equipa do clube de futebol Torino e dos restantes passageiros (31 pessoas, incluindo jornalistas, funcionários e o treinador).

    Tema:
    Queda do avião com Chapecoense (73)

    Mais:

    Pilotos evitam acidente aéreo terrível
    Acidente aéreo chocante de helicóptero americano na Grécia
    Sobe para 7 o número de mortos no acidente aéreo turco
    Piloto morre em queda de avião militar no Canadá
    21 morrem durante queda de helicóptero na Sibéria
    Tags:
    passageiros, treinadores, mortos, tripulação, equipes, acidente aéreo, esporte, Lokomotiv Yaroslavl, Manchester United, Boeing, Yaroslavl, Tchecoslováquia, Zâmbia, Suriname, Erevan, Uzbequistão, Bishkek, Varsóvia, Quirguistão, Armênia, Turim, Teerã, Praga, Polônia, Munique, Minsk, Irã, Itália, Alemanha, EUA, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik