06:06 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Mulheres protestam em Ancara contra anistia para pedófilos

    Turquia vota hoje anistia para estupradores de crianças

    © AFP 2017/ ADEM ALTAN
    Sociedade
    URL curta
    338606

    O parlamento turco vota nesta terça-feira um projeto de lei que garante o perdão para todos os estupradores de meninas do país que tenham cometido os abusos antes de 11 de novembro, desde que os pedófilos em questão aceitem se casar com suas vítimas.

    A polêmica proposta, baseada em um estatuto de 1926, havia sido removida da legislação da Turquia por conta das conversas de aproximação do país com a União Europeia. No entanto, autoridades do atual governo defendem que a reintrodução da medida poderá contribuir para que muitas famílias turcas sejam reunidas, uma vez que muitos homens teriam sido condenados sem saber que estavam cometendo um crime quando do abuso. 

    O projeto, que vem sendo alvo de protestos em diversas partes do mundo, já foi aprovado em primeira leitura pelos deputados turcos na última semana. Para entrar em vigor, depende do resultado da votação de hoje.  

    Ativistas contrários à lei alegam que a mesma encoraja o abuso de menores de idade e cultiva a ideia de que a mulher não é um cidadão capaz de gozar de todos os seus direitos, associando o seu sucesso à proteção masculina, mesmo que proveniente do seu abusador. Para Senal Sarihan, parlamentar do Partido Republicano do Povo (CHP) e uma das principais vozes contrárias à proposta, o verdadeiro objetivo da medida seria "retirar as mulheres das escolas, do ensino superior, dos seus trabalhos e de todos os setores ativos da vida, submetendo o país às leis da Sharia". 

    "A proposta está levando a Turquia ao retrocesso, e é contra muitas leis e convenções internacionais que o país assinou", disse ela ao Deutsche Welle.

    Mais:

    Procuradores vão interrogar Assange devido a acusação de estupro
    STF vai investigar denúncia de tentativa de estupro apresentada contra Marco Feliciano
    Terríveis vídeos de estupro são vendidos na Índia
    Elijah Wood denuncia pedofilia organizada em Hollywood
    Soldados franceses na África serão investigados por suspeitas de pedofilia
    Tags:
    abuso sexual, estupro, pedofilia, Deutsche Welle, CHP, União Europeia, Senal Sarihan, Ancara, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik