08:31 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    72116
    Nos siga no

    As marcas no corpo do campeão olímpico Michael Phelps, de 23 anos de idade, provocaram muitas perguntas. Alguns disseram que o norte-americano conseguiu inventar um novo tipo de doping, outros lembraram um método antigo de tratamento. Na verdade, as equimoses de Phelps são um novo trend popular entre esportistas e grandes celebridades.

    A ventosaterapia é uma técnica que se baseia em aplicação das ventosas – objetos semelhantes a um copo. O método permite coibir sintomas de dor, aumenta a circulação sanguínea na pele e órgãos e promove a liberação de toxinas. 

    Thanks @arschmitty for my cupping today!!! #mpswim #mp 📷 @chasekalisz

    Фото опубликовано Michael Phelps (@m_phelps00) Сен 10 2015 в 12:29 PDT

     

     

    "Parece que Michael Phelps adormeceu em cima das suas medalhas."

    haha!! #michaelphelps #dabest #goldmedals #rio #summerolympics #swimlife #cupping 😂🏊🏼🏅💤🇺🇸

    Фото опубликовано Kimberly Brooks (@kimtastic_gram) Авг 13 2016 в 7:51 PDT

     

     

    "Quando alguém diz que a naturopatia não é uma verdadeira medicina."

     

    Além de Phelps, esta terapia é usada por outros esportistas da equipe norte-americana. A tricampeã olímpica em natação Natalie Coughlin também usa o tratamento em voga.

    Little TLC for my legs with contrast baths. (Smiling because I'm in the warm tub right now.) #TaperTime

    Фото опубликовано Natalie Coughlin (@nataliecoughlin) Май 25 2016 в 12:17 PDT

     

    Laughing because it hurts so bad. Gonna leave a mark! #AthleteLife

    Фото опубликовано Natalie Coughlin (@nataliecoughlin) Дек 9 2015 в 11:02 PST

     

    O cantor canadense Justin Bieber também segue essa moda.

     

    My body looks like eyes nose and mouth

    Фото опубликовано Justin Bieber (@justinbieber) Мар 31 2016 в 12:59 PDT

     

    Tal como a artista Jennifer Aniston.

    Mais:

    Rapaz que ela ignorou no Tinder acabou de ganhar a Phelps
    Tags:
    Michael Phelps, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar