11:51 18 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras da UE em Bruxelas

    Isso pode destruir a Europa

    © AP Photo/ Virginia Mayo
    Sociedade
    URL curta
    132597151

    A recusa de Ancara em cumprir o acordo de migração com a União Europeia sobre os refugiados teria consequências destrutivas para a Europa, afirmou nesta segunda (8) o ministro do Interior da Itália, Angelino Alfano.

    "Se a Turquia abrir suas portas, será um desastre para a Europa", disse ele em uma entrevista publicada pelo jornal italiano La Repubblica.

    Ele também observou que a comunidade internacional deve acompanhar esta situação "cuidadosamente", acrescentando que "a migração se torna um colossal instrumento de pressão", em particular nas relações diplomáticas.

    O ministro deixou sem resposta a questão se Roma tem um plano de atividades para limitar a entrada de migrantes no país se a Turquia se recusar a cumprir o acordo com a UE.

    ​A Europa enfrenta a maior crise migratória desde a Segunda Guerra Mundial, causada principalmente por uma série de conflitos armados e problemas econômicos no Oriente Médio e Norte da África.

    Os Chefes de Estado e de Governo dos países da UE acordaram, em 18 de março, um plano conjunto com a Turquia para enfrentar a crise migratória. Segundo este acordo, a UE vai retornar à Turquia cada migrante ilegal que chegue à costa grega e por cada pessoa deverá aceitar um refugiado sírio.

    Em maio, a Comissão Europeia propôs ao Parlamento Europeu e ao Conselho da União Europeia a isenção de vistos para os cidadãos turcos se Ancara cumprisse até o final do mês de junho as outras condições previstas pelo acordo.

    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ameaçou a UE de abandonar o acordo de migração se a União não conceder o regime de isenção de visto aos cidadãos turcos.

    Mais:

    Parlamentar vê possibilidade de nova rota migratória para Europa através da Rússia
    Entrevista: ‘A crise migratória mostrou a inércia da Europa’
    Em meio a crise migratória, Alemanha registra crescimento populacional significativo
    Tags:
    migrantes, abolição, crise migratória, pressão, vistos, acordo, Ministério do Interior, Angelino Alfano, Recep Tayyip Erdogan, África do Norte, Ancara, Roma, Turquia, UE, Oriente Médio, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik