10:08 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Papa Francisco, líder mundial da Igreja Católica Romana

    Papa Francisco opta por linguagem moderna para apelar às massas

    © AP Photo/ Alessandra Tarantino
    Sociedade
    URL curta
    0 11

    O Papa Francisco celebrou a missa de domingo com mais de 2,5 milhões de peregrinos em um vasto campo, encerrando uma viagem espiritual à Polônia, onde ele visitou o campo de concentração nazista de Auschwitz.

    Adolescentes, escuteiros, sacerdotes e suas famílias acamparam sob as estrelas no vasto "Campus Misericordiae" (Campo de Misericórdia) perto da cidade de Cracóvia antes da missa final de uma festividade católica da semana.

    Francisco usou de metáforas tecnológicas para os peregrinos, dizendo-lhes para "baixar o melhor link de tudo, o de um coração que vê e transmite bondade sem ficar cansado".

    Ele disse que eles devem ser sonhadores que acreditam "em uma nova humanidade", aqueles que "rejeitam o ódio entre os povos" e "se recusam a ver fronteiras e barreiras". Eles devem usar o Evangelho, disse ele, como seu GPS.

    Na vigília da noite de sábado, Francisco repreendeu as "crianças sonolentas e maçadoras que confundem a felicidade com um sofá", instando-os a sair e viver a vida em vez de gastá-la colados aos smartphones.

    Mais:

    'Europa precisa de mudanças' - Papa Francisco
    Francisco pede 'perdão' aos gays
    Papa Francisco visita Memorial do Genocídio na Armênia
    Tags:
    missa, GPS, Papa Francisco, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik