00:34 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    Passados 73 anos da derrubada do ditador Mussolini no dia 25 de julho de 1943, há cartazes com símbolos nazistas hasteados nas ruas da cidade de Rubano, na província de Pádua. Mas de acordo com a constituição do país, a apologia do fascismo é igualada a crime.

    Floriana Rizzetto, a presidenta regional da Associação Nacional de Guerrilheiros da Itália (ANPI), comenta o surgimento de cartazes do Movimento Fascismo e Liberdade (Movimento Fascismo e Libertà) italiano.

    Rizzetto disse que o prefeito da cidade de Rubano diz que os membros do movimento julgam que tudo isto é legal, mas o prefeito também os condena. Hoje, a compreensão da inadmissibilidade do nazismo se torna mais e mais abalada e, segundo a presidenta regional da ANPI, este movimento nunca deve ser considerado legal.

    Para a ANPI, os valores do antifascismo mantêm-se invariáveis, e não importa que partido é – de direita ou de esquerda, o fascismo não deve ser apoiado por ninguém. Na Itália, além deste movimento e outros partidos semelhantes, existem muitos sites e páginas no Facebook, dedicados ao fascismo, com suásticas e outros símbolos. Na opinião de Rizzetto, eles precisam ser bloqueados.

    Há três anos a ANPI organizou uma manifestação numa das cidades da província de Pádua, onde pela primeira vez apareceram os cartazes do Movimento Fascismo e Liberdade. E o fato de eles aparecem hoje novamente é um sinal muito grave, pensa Floriana Rizzetto.

    "Vamos apelar às autoridades provinciais para tomar medidas a fim de controlar a situação. Vamos lutar", disse.

    Mais:

    Dono de pug nazista é detido na Escócia (VÍDEO)
    Laura Ingraham gera polêmica com saudação nazista em convenção do Partido Republicano
    Arquivos secretos: Coco Chanel foi agente nazista?
    Tags:
    movimento, fascismo, nazismo, Adolf Hitler, Benito Mussolini, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar