04:32 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    0 05
    Nos siga no

    As autoridades dos EUA conseguiram encontrar o fundador do maior portal de conteúdo digital pirateado do mundo.

    O KickassTorrents é o maior site de distribuição BitTorrent no mundo. O auditório diário do site atinge mais de um milhão de pessoas, e o mensal é superior a 50 milhões, ultrapassando o The Pirate Bay.

    Esta plataforma 'online' de partilha de ficheiros permite, desde 2008, a reprodução e distribuição ilegal de centenas de milhões de filmes, games, programas de televisão, música e outros conteúdos.

    As autoridades norte-americanas já bloquearam muitos portais deste gênero. Se verificou que o fundador e proprietário do recurso é um cidadão ucraniano de 30 anos, Artem Vaulin. Ele já foi preso na Polónia. Agora, os Estados Unidos exigem a sua extradição.

    De acordo com autoridades norte-americanas, Artem Vaulin é culpado de distribuição ilegal de material com direitos autorais. As ações do Vaulin teriam provocado um dano financeiro de $1 bilhão.

    "Sua prisão na Polónia… prova outra vez que os cibercriminosos podem fugir mas eles não podem escapar da justiça” – disse um assistente do procurador-geral dos EUA. Os documentos do caso já foram divulgados na Internet.

    O site opera em 28 idiomas e dá $54 milhões de lucro. A publicidade posta no site rende $12,5-22,3 milhões.

    Artem Vaulin foi encontrado pelos EUA em um filme de espionagem: um dos policiais envolvidos na investigação agiu como anunciante. Ele conseguiu identificar a conta bancária associada ao KickassTorrents. Agentes da lei estudaram a história da transação e descobriram que as contas são geridas a partir de Chicago, Illinois, EUA.

    Mais:

    É oficial: WikiLeaks bloqueado na Turquia por divulgar e-mails do partido no poder
    WikiLeaks publica 1.250 emails de Hillary sobre invasão no Iraque
    Tags:
    ciberespaço, pirata, EUA, Polônia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar