12:54 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Policiais de Dallas em operação depois do tiroteio de 7 de julho de 2016

    Dallas: suspeito criminoso disse que 'queria matar branco'

    © AP Photo / LM Otero
    Sociedade
    URL curta
    Tiroteio em Dallas (9)
    0 71

    O suposto criminoso de Dallas "queria matar branco, especialmente policial", disse o chefe da polícia da cidade em uma entrevista coletiva nesta sexta.

    David Brown, o chefe da polícia de Dallas, disse que "o suspeito disse estar preocupado com o [movimento negro] Black Lives Matter" e "com recentes tiroteios da polícia".

    "Se alguém estiver envolvido nisso, te encontraremos e te processaremos e te levaremos à justiça", teria dito o criminoso, antes de se fazer explodir com uma bomba robotizada lançada pela polícia.

    "Tivemos uma troca de tiros com o suspeito. Não enxergamos outra opção senão de usar nosso robô de bombas", disse Brown, falando com repórteres na prefeitura de Dallas.

    © Sputnik .
    Tiros em Dallas

    Esta foi uma das quatro pessoas que alvejaram ontem mortalmente cinco policiais em Dallas, onde estava tendo lugar uma manifestação de homenagem a negros mortos pela polícia.

    Antes, o presidente dos EUA, Barack Obama, tinha declarado que o tiroteio foi premeditado e que seus autores devem responder perante a Justiça. O presidente qualificou o acontecido como um "ataque hediondo, calculado e desprezível contra a polícia".

    Tema:
    Tiroteio em Dallas (9)

    Mais:

    Polícia americana matou quase 500 pessoas em 2016
    ONG: Polícia do RJ matou 645 pessoas em 2015
    Negros têm maior risco de serem mortos pela Polícia
    Metade dos jovens negros dos EUA acha que não passam de 35 anos
    Tags:
    brancos, negros, racismo, Polícia dos EUA, Barack Obama, Dallas, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar