13:59 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Sinal de Hollywood

    Hollywood mostra o Islã. Será que DiCaprio se tornará poeta persa?

    © AFP 2019 / Robyn Beck
    Sociedade
    URL curta
    0 12
    Nos siga no

    Hollywood irá criar a sua própria imagem do poeta clássico persa. O cenarista David Franzoni começou o trabalho no filme sobre o poeta persa do século XIII Jalal ad-Din Muhammad Balkhi Rumi. Leonardo DiCaprio fica com o principal papel. Segundo anunciado, o filme será realizado com a participação de cineastas turcos.

    No Irã a notícia causou uma onda de descontentamento e críticas duras aos cinéfilos e profissionais de cinema.

    Nas redes sociais, especialmente no Twitter, os iranianos expressam ativamente o seu protesto contra a escolha de DiCaprio para papel de Rumi sob a hashtag #RumiWasntWhite ("Rumi não era branco"). Iranianos também estão irritados pela escolha de Robert Downey Jr. para o papel do professor de Rumi, Shams Tabrizi. A petição na rede social para remover Leonardo DiCaprio do papel de Rumi  foi subscrita por mais de 14 mil pessoas.

    ​Ao mesmo tempo, os iranianos não têm nada contra o próprio Leonardo. O que os preocupa é a questão de entendimento da mentalidade oriental e da espiritualidade do poeta persa. Em particular, um jornalista e crítico iraniano Reza Sadiq disse: "Será que os produtores ocidentais compreendem bem o misticismo oriental? Será que eles compreendem o significado do poema 'Masnavi'? Será que eles [os americanos], pelo menos em geral, podem compreender estas coisas? Infelizmente, a resposta é não".

    Em uma entrevista à agência Sputnik o famoso diretor e produtor de cinema iraniano Reza Mirkarimi, cujos filmes conseguiram duas vezes conquistar o prémio "Golden St. George" no Festival internacional de cinema de Moscou, falou sobre o tema. 

    Leia a íntegra dos comentários de Reza Mirkarimi à Sputnik.

    "Para o homem ocidental, é difícil sentir e compreender a espiritualidade, o misticismo e a profundidade da rica personalidade de Rumi, bem como de muitos outros famosos pensadores e poetas orientais. Mesmo com os esforços de uma tão grande indústria cinematográfica como Hollywood. Não importa quantos escritores tentaram descrever ou revelar a personalidade deste grande poeta-pensador em suas obras, é difícil sentir a verdadeira essência", afirmou Reza.

    "Eu, pessoalmente, não sou otimista com a ideia de fazer um filme como este. Não importa a qualidade da produção. Será que vale a pena revelar a personalidade do poeta místico? Eu duvido", disse o diretor, acrescentando que "Este filme será fora da realidade, deformando a mentalidade do poeta, e o espectador não será capaz de entender a verdadeira personalidade dele e grande riqueza de seus pensamentos sagrados, que o poeta expressava em seu trabalho".

    Mais:

    Festival de filmes no Rio apresenta a 'Vilania no Cinema Brasileiro'
    Cinema Polonês é destaque no Rio
    Mostra celebra 90 anos de cinema histórico no Rio
    Tags:
    papel, filme, petição, protesto, poesia, festival, Cinema, Leonardo DiCaprio, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar