03:12 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Abdul Turay

    Único político negro estoniano teme por seu futuro após Brexit

    © Foto/ Facebook: abdulturayrahvusvaheline
    Sociedade
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    O cidadão do Reino Unido e único político negro na Estônia Abdul Turay começou a temer que após Brexit ele tivesse de recusar a cidadania britânica para permanecer na política estoniana.

    Abdul Turay é figura importante no palco político da Estônia, escreve BuzzFeed. Não é só o único político negro no país, mas também foi criticado pela extrema-direita depois de sua nomeação para o Conselho Municipal de Tallinn, três anos atrás.

    Ex-membro dos sociais-democratas da Prefeitura de Tallinn, em abril deste ano ele deixou a bancada do Partido Social-Democrata da Estônia e começou a trabalhar no centro de desenvolvimento e treinamento de Tallinn. As tarefas de Turay eram representar a capital da Estônia na UE e realizar atividades em área de marketing.

    Depois do referendo no Reino Unido sobre a saída da EU, Touray, que é um cidadão britânico, começou a pensar sobre o desenvolvimento da sua carreira política.

    A família do político deixou a Jamaica depois da Segunda Guerra Mundial e se mudou para a Grã-Bretanha.

    Touray trabalhava como jornalista político quando conheceu sua futura esposa, que é de origem estoniana. Cinco anos atrás, o casal decidiu se mudar para este país báltico.

    Na sua pátria, Touray era membro do Partido Democrático Liberal, mas nunca se candidatou a nenhum cargo.

    Angela Merkel, chanceler da Alemanha
    © AP Photo / Markus Schreiber
    Inicialmente, em 2013 Touray trabalhou no jornal Postimees em Tallinn, quando ele decidiu se candidatar à Prefeitura de Tallinn. Depois de vencer as eleições, ele entrou na história do país como o primeiro político negro na Estônia.

    Alguns meses mais tarde, o partido aconselhou-o a se candidatar a deputado do Parlamento Europeu. Naquela época, ele disse que não se parecia com todos os outros ali, e disse que isso era uma prova do fato de que a unificação da Europa funcionava realmente.

    Mas os resultados do referendo no Reino Unido, onde a maioria dos cidadãos votou a favor da saída da UE, faz Touray ficar nervoso, porque ele já não pode ser um político eleito na Estônia e ao mesmo tempo permanecer cidadão britânico, se o Reino Unido sair da União Europeia.

    Mais:

    Consequências do Brexit: nova estratégia europeia abre caminho a exército europeu
    Opinião: Brexit ajuda a evitar a guerra entre Rússia e OTAN
    Quem pagará por Brexit?
    Tags:
    Politico, negros, Brexit, Grã-Bretanha, União Europeia, Estônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar