12:45 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    A apresentação de novas notas da Bielorrússia em Minsk

    Moeda nacional da Bielorrússia perde quatro zeros

    © Sputnik / Viktor Tolochko
    Sociedade
    URL curta
    110

    Em 1 de julho na Bielorrússia será realizada a maior denominação na história do país da moeda nacional, informou nesta sexta (1) a agência BelaPAN.

    Na circulação vão entrar sete novas notas de: 5, 10, 20, 50, 100, 200 e 500 rublos bielorrussos, bem como oito moedas de: 1, 2, 5, 10, 20 e 50 copeques, 1 e 2 de rublos.

    A apresentação de novas notas da Bielorrússia em Minsk
    © Sputnik / Viktor Tolochko
    A apresentação de novas notas da Bielorrússia em Minsk

    Cada uma das novas notas está dedicada a uma região do país (Brest, Vitebsk, Gomelsk, Grodnensk, Minsk, Mogilev) e Minsk. No design das notas estão usadas imagens de monumentos de arquitetura do país. No anverso das moedas fica o escudo nacional e no reverso – o valor.

    Até o final deste ano os rublos do padrão do ano 2000 permanecerão em circulação. 

    Em 28 de junho as empresas e instituições financeiras bielorrussas avisaram os cidadãos sobre a necessidade de ter uma reserva em dinheiro para os próximos dias. O Banco Nacional explicou que, por causa da denominação, os pagamentos em cartão podem ter atrasos por causa de ajustes nos sistemas bancários. Além disso, a empresa Ferrovias da Bielorrússia informou que a partir das 22h20 (16h20 em Brasília) de 30 de junho até as 08h00 de 1 de julho pelo horário local não vai vender passagens na Internet.

    Em 17 de junho o presidente da Bielorrússia Aleksander Lukashenko prometeu "arrancar a cabeça" aos empresários que aumentem os preços depois da denominação.

    O decreto da denominação do rublo bielorrusso foi assinado pelo chefe de Estado em 4 de novembro de 2015. A denominação atual é a terceira na história do país. Em 20 de agosto de 1994 as entidades financeiros da Bielorrússia removeram um zero das notas, e em 1 de janeiro de 2000 — mais três zeros.

    Mais:

    Gazprom recebe por fornecimentos de gás à Bielorrússia
    Ministro russo justifica corte em fornecimento de petróleo para Bielorrússia
    Bielorrússia testa novo míssil (VÍDEO)
    Tags:
    dinheiro, reforma, finanças, desvalorização, troca, nota, Aleksandr Lukashenko, Bielorrússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik