18:37 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    011
    Nos siga no

    As informações de mídia sobre tiroteios e ataques terroristas nos EUA fazem com que os cidadãos comecem a pensar em sua segurança.

    Cada vez se tornam mais populares as peças de roupa resistentes que, em certa medida, podem substituir o colete.

    American Armor Attire at Richmond Gun show #suitup #ballistics #bulletresistant

    Фото опубликовано Aspetto (@aspettoinc) Фев 2 2013 в 10:36 PST

    A empresa Aspetto Inc. produz este tipo de roupa, oferecendo aos seus clientes várias peças de vestuário resistentes a balas. As mais populares são as camisetas protetoras.

    "À maioria das pessoas oferecemos camisetas à prova de balas. Podem ser usadas com mais do que um terno", disse Abbas Haider, um dos fundadores da empresa, a rede NBC News.

    No entanto, se vestir como James Bond não é nada barato. Uma camiseta custa 950 dólares, enquanto o preço das calcinhas resistentes a balas atinge os 1500 dólares Um terno elegante, tipo agente secreto, pode ser comprado por 4.600 dólares. Mas os clientes não têm medo dos preços: a segurança vale mais do que qualquer outra coisa.

    The daily grind #Aspetto #aspettoarmor #ballistics #usa

    Фото опубликовано Aspetto (@aspettoinc) Мар 3 2015 в 9:10 PST

    Haider garante que suas roupas já salvaram a vida de algumas pessoas.

    "No ano passado, um oficial disfarçado foi baleado três vezes com uma pistola 9 mm e ele sobreviveu. Isso aconteceu na Guatemala", disse o homem de negócios.

    A empresa prefere verificar seus clientes antes de vender seus produtos para se certificar de que não lidam com criminosos.

    "Um diretor-geral de Nova York nos ligou há alguns meses para comprar um monte de roupas protetoras. Estava disposto a gastar muito dinheiro. Mas, ao investigar, soubemos que ele tinha cometido três crimes graves. Portanto, respondemos de não", contou Haider.

    Um dos pedidos mais tocantes foi uma mochila à prova de balas, encomendada após o massacre na escola Sandy Hook, em 2012, onde morreram 28 pessoas.

    Bullet proof backpack #aspetto #ballistics

    Фото опубликовано Aspetto (@aspettoinc) Янв 14 2013 в 11:42 PST

    Abbas Haider teve a ideia deste negócio muito antes dos tiroteios que ocorreram nas últimas semanas. A empresa foi fundada em 2008, mas a ideia surgiu quando Haider ainda era estudante.

    Os últimos acontecimentos trágicos, como o atentado em Orlando, fizeram sem dúvida com que a população pense mais em sua segurança. Provavelmente, a roupa resistente a balas será um dos recursos usados. Resta esperar um pouco que baixe de preço.

    Mais:

    Sobrevivente de Orlando fala sobre 'odor de morte no ar'
    Fiel na alegria e na tristeza: mulher do terrorista de Orlando teria sido sua cúmplice?
    Conselho de Segurança da ONU classificou massacre em Orlando de atentado terrorista
    Tags:
    EUA, roupa, balas, segurança, sociedade, tiroteio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar