21:55 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Tumultos no jogo entre Inglaterra e Rússia no Euro 2016, Marselha, França

    Olha quem está falando: líder de torcedores ingleses exige afastar seleção da Rússia

    © Sputnik / Vitaly Belousov
    Sociedade
    URL curta
    Euro 2016 (52)
    406

    O líder da Associação inglesa de Torcedores de Futebol, Kevin Miles, manifestou-se, em uma entrevista ao jornal britânico The Telegraph, a favor da exclusão da Rússia do Euro 2016 por causa do comportamento de seus torcedores.

    Segundo ele, durante o campeonato europeu de 2000 a Inglaterra foi ameaçada de exclusão por causa do comportamento de seus torcedores fora do estádio, mas, segundo Miles, eles se comportaram de “maneira muito menos bruta” do que os russos nas ruas de Marselha.

    “Uma vez que no Euro 2000 a participação da Inglaterra foi ameaçada por causa de problemas muito menos graves com o comportamento, isto com certeza significa que é preciso colocar sob questão a participação futura da Rússia nesta competição, com base no que vimos no estádio”, manifestou. 

    Ele também sublinhou que tais tumultos podiam não ter acontecido se a Rússia não jogasse contra Inglaterra ou se o jogo tivesse sido transferido para um outro estádio.

    Miles se queixou dos torcedores locais e acusou-os de ataques organizados contra os ingleses que vieram para apoiar a sua seleção nacional.

    “Não há dúvidas de que grupos locais planejaram e efetuaram ataques contra torcedores ingleses só porque eles são torcedores ingleses”, manifestou. 

    Os fãs russos, insiste Miles, fizeram a mesma coisa: estavam bem organizados e “parecia que tinham treinado ao longo de meses”. 

    A polícia, segundo o líder da Associação inglesa de Torcedores de Futebol, também agiu de maneira errada porque “não fez nada” para prevenir os confrontos e não conseguiu garantir a segurança no nível necessário.

    “O que a polícia realmente fez foi lançar gás lacrimogêneo nos locais dos tumultos sem distinguir vítimas de delinquentes”, explicou.

    E finalmente ninguém foi detido, afirma Miles. Ele opina que, por causa disso, os russos irão pensar que os deixam fazer tudo e irão atacar alguém de novo.

    Porém, o líder dos fãs ingleses não disse nada sobre o grau de responsabilidade dos próprios ingleses nos tumultos.

    Polícia francesa irrompe em hotel de torcedores russos

    Dezenas de policiais franceses armados irromperam hoje (13) no hotel onde estão alojados os membros da União Russa de Torcedores (VOB, na sigla em russo), informou o presidente da  união, Aleksandr Shprygin.

    “Hoje, 40 policiais com fuzis de assalto irromperam no hotel onde a VOB está instalada, copiaram documentos e fotografaram todos”, escreveu Shprygin no seu Twitter.

    No sábado (11), Rússia e a Inglaterra se enfrentaram em Marselha, na estreia das duas seleções no Euro 2016. O jogo terminou empatado 1 a 1. Vale sublinhar que os confrontos entre torcedores dos dois países ocorreram tanto dentro do estádio como nas ruas da cidade antes e depois do jogo.

    Tema:
    Euro 2016 (52)
    Tags:
    torcedores, confrontos, tumultos, futebol, Euro 2016, França, Rússia, Inglaterra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik