14:51 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Há 62 brasileiras entre as 222 estrangeiras presas no país

    Brasileiras são maioria em penitenciárias de Portugal

    © Foto : Pixabay
    Sociedade
    URL curta
    313

    As brasileiras lideram a lista de estrangeiras detidas em prisões portuguesas. Elas respondem por 27,9% do total, sendo 62 entre as 222 estrangeiras presas no país.

    Prisão de Guantánamo
    © East News / Tech. Sgt. Michael R. Holzworth
    Portugal tem hoje 14.092 detentos. As mulheres são apenas 836, o que representa cerca de 6% da população carcerária. A maioria delas responde por crimes relacionados a drogas, enquanto crimes contra o patrimônio aparecem logo depois entre os mais comuns, de acordo com a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) do Ministério da Justiça de Portugal.

    No Brasil, onde as mulheres representam 6,4% dos mais de 600 mil presos, o envolvimento com o tráfico de drogas também aparece no topo da lista de crimes cometidos por elas, com 58%. 

    Segundo o relatório do Institute for Criminal Policy Research (ICPR), da Universidade de Londres, o número de mulheres em penitenciárias teve um crescimento de 50% nos últimos 15 anos, enquanto entre os homens o aumento foi de 18%. Ainda de acordo com ICPR, o Brasil tem a quarta maior população carcerária do mundo em números absolutos, atrás de Estados Unidos, China e Rússia. Já Portugal aparece na 77ª posição no ranking. 

    Mais:

    Mídia: Ucranianos preferem a cadeia ao serviço militar
    Rússia pode criar prisões para terroristas
    Estado de emergência nas prisões de El Salvador evoca massacres na América Latina
    Obama reduz pena de quase 60 condenados por tráfico de drogas
    Tags:
    penitenciária, cadeia, presos, Institute for Criminal Policy Research (ICPR), Universidade de Londres, China, Rússia, Brasil, EUA, Portugal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar