12:00 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Filhotes de leão africano, nascidos em novembro de 2013, brincam em cativeiro no zoológico de Novosibirsk

    Leoa servia para imitar vida de xeque árabe

    © Sputnik/ Alexandr Kryazhev
    Sociedade
    URL curta
    124

    Uma leoa africana de quatro meses de idade foi retirada pela polícia russa de um carro em uma autoestrada durante um controlo em 29 de maio. O motorista não tinha os documentos do animal, que era transportado em uma jaula.

    “A polícia está conduzindo uma verificação que visa estabelecer por que razão o animal viajava na jaula, se a leoa tem proprietário e por que o animal não tinha documentos de viagem”, informa a delegacia da polícia na cidade russa de Nizhny Novgorod.

    A leoazinha foi transportada a um zoológico regional. 

    A agência de informação comunica que não conseguia entrar em contato com o alegado proprietário da leoa, mas ele escreveu na rede social russa “Vk.com” que usava o animal para tirar fotos num bar de Nizhny Novgorod, onde habitualmente se fuma cachimbo de água.

    Este não é o primeiro caso em que animais selvagens são usados para fins comerciais. Em outubro de 2015, os moscovitas tiveram a oportunidade de fumar cachimbo de água na companhia de um leão. As redes sociais criticaram a decisão de proprietário, dizendo que o animal ficava intoxicado com o fumo de shisha.

    #львенок Адам очень любит принимать ванну 😊

    Фото опубликовано Лев Адам (@lion__adam) Май 21 2016 в 11:24 PDT

    Поймала киску 😍😍😍😍#львенок #киска #котенок #ласковый #мимими

    Фото опубликовано Marina_Ross (@_marina_ross_) Мар 25 2016 в 11:47 PDT

    Parece que as pessoas querem seguir o exemplo das celebridades e xeques árabes, por exemplo, o príncipe herdeiro de Dubai Hamdan al Maktoum e o pugilista Mike Tyson.

    Mais:

    Zoológico sacrifica leões para salvar suicida
    Iraniano severamente punido por torturar cachorro
    Tags:
    animais, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik